Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Moda e Beleza

by Cláudia Gusmão since 2006

Moda e Beleza

by Cláudia Gusmão since 2006

Ter | 15.01.13

Especial em Forma #37 - Adeus celulite!


Olá minhas queridas! O post de hoje é sobre a temível celulite. Vários foram os posts que já fiz sobre esta inimiga nº1 de todas as mulheres, no entanto continuo a receber imensas questões, pelo que decidi fazer um post mais actualizado.

A celulite define-se por ondulações na pele causadas pelas alterações ocorridas no tecido gorduroso localizado por baixo da pele. A celulite tem diversas causas como a predisposição genética, factores hormonais, alimentação, vida sedentária ou problemas de circulação, daí não estar totalmente dependente do peso corporal. Obviamente que uma pessoa com excesso de peso (visto normalmente estas pessoas terem uma alimentação incorrecta ou uma vida sedentária) terá mais tendência a desenvolver celulite, também porque tem mais gordura.

É possível eliminar a celulite, equilibrando 3 factores: alimentação saudável, exercício físico e aplicação de um produto próprio. E é um cuidado para toda a vida, depois de se eliminar a celulite é importante continuar a preveni-la, visto que é daquelas amigas que aproveita qualquer ocasião para se instalar em nossa casa sem ser convidada. Muitas pessoas só se preocupam com a celulite quando chega o bom tempo e começamos a usar roupas leves, onde esta é mais notória, mas deve ser uma preocupação durante todo o ano, só assim é possível eliminá-la e prevenir que se instale de novo.




Na maioria dos casos a celulite instala-se nas coxas e anca, mas pode também estender-se à barriga e braços (as 3 zonas do corpo que tendem a reter mais gordura). A celulite pode afectar pessoas de todas as constituições físicas, tanto mais magrinhas como mais gordinhas. Por exemplo, raparigas que são magras por natureza e não têm de seguir uma alimentação saudável para o ser têm mais tendência a ter celulite do que as magras que seguem uma boa alimentação, uma vez que ingerem geralmente produtos mais calóricos e menos saudáveis.

Para combater a celulite é muito importante conjugar as 3 frentes já anteriormente referidas. Na área da alimentação os alimentos mais perigosos são os muito açucarados ou os que contêm gorduras saturadas. Uma alimentação rica em fibras, água e produtos frescos é essencial. Vê aqui e aqui a lista dos alimentos essenciais a uma alimentação saudável.

No que toca ao exercício físico, a componente cardiovascular (corrida, escadas, elíptica, caminhada, etc) é essencial para mandar embora esta inimiga, já que o cardio é o que permite queimar gordura do corpo. Na verdade, para a celulite começar a desaparecer temos de queimar pelo menos 20% da nossa gordura corporal (só a partir desse ponto se começam a notar resultados). Os treinadores dizem também que a zona do corpo onde temos mais tendência a acumular mais gordura (e, logo, a que terá mais celulite) é geralmente a última de onde se queima gordura, por isso é necessário esforço e trabalho. Os exercícios tonificantes localizados irão depois tonificar os músculos, impedindo a flacidez. É possível introduzir rotinas no dia-a-dia que ajudam a combater a celulite, como fazer as deslocações diárias a pé, usar as escadas em vez do elevador, manter sempre os músculos firmes, enfim. Deixo-vos uma sugestão de uma rotina de exercícios para quem normalmente usa a desculpa "aii mas eu não tenho tempo", para esta rotina só são precisos 5 minutos!


Por fim os tratamentos tópicos também são muito importantes. Ainda há o enorme mito de que os produtos para a celulite não funcionam, mas isso não é verdade. Eles não funcionam sozinhos ou se não forem usados correctamente. Se o produto for aplicado diariamente segundo as indicações do fabricante e for conjugado com uma boa alimentação e exercício irá certamente ajudar. Porque os anti-celulíticos são isso mesmo, uma ajuda, não é suposto fazerem o trabalho sozinhos. Uma pergunta que recebo imenso é acerca da aplicação. Os anti-celulíticos devem ser aplicados na pele limpa (ou seja, antes do hidratante) e com massagens ascendentes (do joelho para a anca) exercendo alguma pressão, de forma a  ajudar a drenar a zona. No Verão, quando se passa muito tempo na água, prefiro um produto que seja de apenas uma aplicação diária e aplico-o à noite, depois do duche, de forma a que tenha tempo de ser absorvido. Ainda assim o ideal é utilizar de manhã e à noite.

Os produtos podem actuar de diferentes formas consoante os seus componentes activos. Normalmente produtos que contenham cafeína, chá verde, centelha e outras algas são os que mostram mais resultados. Deixo-vos uma selecção de produtos que já utilizei ao longo dos anos e gostei bastante. Não irei falar em detalhe de cada um deles porque iria tornar o post demasiado longo, mas alguns deles já têm review no blog (ou falei deles em vídeos de favoritos/produtos que terminei) e outros terão futuramente.


1. L'Oréal Paris Perfect Slim Dia&Noite (16€ cada em hipermercados)

2. ROC Anti-celulite Micro-actif (40€ em farmácias)

3. Depuralina Celulite Barriga&Coxas (35€ aqui ou 25€ aqui)

4. Trimgel Slim 3D (40€ aqui)

5. Elancyl Cellu Slim (32€ aqui)

6. Yves Rocher Minceur Intensive Triple Action (14€ aqui - catálogo actual)

7. Vichy Cellu Destock (20€ aqui)

 

Massajar bem a pele é essencial para conseguir bons resultados. Assim, se não tiveres muito jeito para massajar o ideal é comprares uma escova de massagem, como esta, que deves usar antes de aplicar o produto. Também é extremamente importante esfoliar a pele regularmente, com um esfoliante tonificante ou com uma luva de crina. Há, depois, tratamentos e Instituto, como a Drenagem Linfática, a Pressoterapia, entre outros, que te podem ajudar a reduzir centímetros e eliminar a celulite mais rapidamente, a maioria das celebridades fazem-nos todo o ano para manter a figura esbelta. Cada vez há mais clínicas a oferecer bons preços e sites de oportunidades, como o Clube Fashion, onde se podem conseguir bons descontos para este tipo de tratamentos - pena não haver descontos para o interior do país.

 Combinando todos estes factores sim, é possível eliminar a celulite, mas não podemos esquecer que esta depende um pouco da carga genética de cada um também, tal como a tendência para engordar/emagrecer, por exemplo.

12 comentários

Comentar post

Pág. 1/2