Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Moda e Beleza

by Cláudia Gusmão since 2006

Moda e Beleza

by Cláudia Gusmão since 2006

Ter | 23.10.12

Especial em Forma #29 - Alimentos essenciais a uma vida saudável - parte 2




Na continuação do post da semana passada, vou partilhar hoje os restantes alimentos que são essenciais a uma alimentação saudável! Espero que gostem destes posts, são demorados de escrever e pesquisar, mas acho que são essenciais. Para verem a primeira parte deste post cliquem aqui.

Feijão - rico em fibras, proteínas, potássio, fósforo, ferro, zinco, ácido fólico e um pouco de gorduras saudáveis. O feijão seco, rico em potássio, ferro e magnésio, possui 6 substâncias com uma função activa no combate ao colesterol. Ajuda também a prevenir o cancro do cólon e as doenças cardiovasculares, para além de possuir características diuréticas.

Frutos Secos - têm excelentes qualidades nutritivas e são aconselháveis na prevenção de doenças cardíacas. Convém evitar os abusos, uma vez que estes alimentos têm elevado valor calórico. A importância destes alimentos deve-se ainda ao facto de conterem vitaminas E, B e ácido fólico, recomendável para prevenir anemias e a sensação de cansaço, aumentando a concentração e o nível de energia, além de ajudarem a fortalecer os dentes e ossos.

Frutos Vermelhos - ricos em antioxidantes, morangos, amoras, cerejas, acerola, groselhas, framboesas, arandos, romãs e mirtilos não só ajudam a fortificar o organismo e a manter a linha, como evitam o envelhecimento cutâneo, pois estão repletos de vitaminas, minerais e antioxidantes. O segredo destes alimentos está também na sua cor, a tonalidade roxa vem da antocianina, um pigmento associado à vitamina B1, responsável pela transformação dos nutrientes em energia. Já a cor vermelha dos morangos ou das groselhas vem do licopeno, um carotenóide geralmente associado à vitamina C, que ajuda na prevenção do cancro da próstata.

Iogurte - através deste alimento podemos obter niacina, ácido pantoténico e ácido fólico, vitaminas A, B1, B2, B6, B12 e minerais como fósforo, potássio, magnésio, zinco e iodo. No entanto, é a sua extrema riqueza em cálcio que o transforma num alimento tão importante. Ajuda a regular o funcionamento dos intestinos e a equilibrar o sistema imunitário. Além de combater a osteoporose, reduz o perigo de doenças crónicas, a hipertensão arterial e os cancros no cólon e no recto.

Leite - trata-se do melhor amigo dos ossos, mas os benefícios não se ficam por aqui. É um alimento rico em vitaminas (A, B1, B2 e D), sais minerais (potássio, magnésio, fósforo, cloro, ferro e cobre), hidratos de carbono e proteínas, que exercem efeitos positivos ao nível dos músculos, da dentição e dos sistemas nervoso e imunitário. O organismo aproveita este nutriente sem desperdícios, uma vez que o cálcio do leite possui uma forma química bem adaptada para ser absorvida. A lactose, açúcar do leite, e a vitamina D estimulam a absorção do mineral.

Levedura - contribui para a transformação de amido e açúcares, favorecendo a decomposição dos hidratos de carbono em elementos mais simples e fáceis de assimilar. Mas o fermento (como também é conhecida) é também rico em proteínas e vitaminas do grupo B e fornece preciosos minerais como ferro, zinco, crómio, manganês, potássio, magnésio, fósforo e selénio. Além disso é isenta de gorduras e pobre em hidratos de carbono. Purifica o fígado, protege contra o stress, reequilibra a flora bacteriana, reforça a acção da insulina e contém zinco.

Maçã - estimula a tranquilidade e ajuda a combater os efeitos do envelhecimento. Rica em vitaminas B1, B2, niacina e sais minerais, a maçã ajuda a regular o sistema nervoso e o crescimento e evita problemas de pele, do aparelho digestivo e a queda do cabelo. É também uma fonte de quercitina, substância que ajuda a evitar a formação de coágulos sanguíneos. É também um alimento que ajuda no combate ao colesterol, doenças cardiovasculares e alguns tipos de cancro.

Melancia - por conter cerca de 90% de água é super hidratante para o organismo. Possui açúcar, vitaminas do complexo B e sais minerais, como cálcio, fósforo e ferro. 

Pepino - é um dos alimentos mais ricos em silício, um micronutriente necessário para os tecidos e que confere elasticidade às células. O silício reforça a saúde do cabelo, das unhas e da pele, para além de contribuir para preservar a força dos ossos, cartilagens, tendões e a parede das artérias. É ainda essencial para o metabolismo do fígado, uma vez que é rico em níquel. É também depurativo, uma vez que contém erepsina, uma enzima que mata as bactérias presentes no trânsito intestinal.

Pêssego - é uma fonte de vitaminas A, C, P e do complexo B. Os hidratos de carbono e a frutose que contém tornam-no bastante energético e a fibra ajuda a regular o trânsito intestinal e estomacal. Enquanto a vitamina P e os bioflavonóides fortalecem os vasos sanguíneos, as vitaminas do complexo B e o potássio protegem as células de agressões variadas.

Soja - as proteínas da soja são completas, tal como acontece com a carne, o peixe, o leite e os ovos, pois contêm todos os aminoácidos essenciais. As suas gorduras não contêm colesterina, que está associada a doenças graves dos vasos sanguíneos. Os seus hidratos de carbono são caracterizados pela ausência de amido e o seu teor em substâncias minerais é superior ao encontrado na carne. A soja fornece ainda um nutriente muito importante para o cérebro, a colina, que tem um papel de destaque no processo de aprendizagem e memorização. É também uma fonte de fitoestrogénios, úteis para prevenir  a osteroporose e a aterosclerose e minimizar os efeitos da menopausa. 

Tomate - é um alimento rico em ácidos orgânicos, vitaminas A, B e C. Este fruto-legume estimula a secreção gástrica e purifica o sangue, podendo ser uma ajuda no tratamento da gota, reumatismo, prisão de ventre e problemas de pele, nomeadamente o acne. Favorece o crescimento e fortalecimento dos ossos e auxilia contra as infecções bacterianas, perturbações digestivas e pulmonares. É ainda útil contra a caspa e queda de cabelo.

Uvas - a sua riqueza em cobre, ferro e manganésio promove a produção de hemoglobina, contribuindo para o controlo dos níveis de colesterol. São um excelente diurético e estimulam a função renal e hepática. Cálcio, fósforo e vitaminas A, B1 e B2 são também nutrientes presentes neste fruto. Todos juntos promovem o crescimento e desenvolvimento saudável das células e são os responsáveis pela transformação dos nutrientes em energia para o organismo. As vitaminas facilitam a absorção do ferro e contribuem decisivamente para a produção de colagénio, que tem a capacidade de rejuvenescer a pele. Por ter flavonóides, a uva tem ainda a capacidade de prolongar a acção dos antioxidantes no combate aos radicais livres. Assim, retarda o processo de envelhecimento e tem funções antibacterianas e antivirais. A uva tem ainda propriedades vasodilatadoras e protectoras da circulação, que promovem a boa saúde das paredes vasculares. 

 

Espero que tenham gostado destes dois posts sobre os alimentos essenciais, agora já sabem tudo aquilo que não pode faltar no vosso carrinho de compras :)