Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Moda e Beleza

by Cláudia Gusmão since 2006

Moda e Beleza

by Cláudia Gusmão since 2006

Sab | 10.03.12

Como organizar o roupeiro?

Todas nós, raparigas, adoramos roupa. Queremos ter sempre mais e mais peças e acabamos por ter uma tralha toda amontoada no canto do roupeiro, sem saber o que lhe fazer. Às vezes o roupeiro já não chega para tudo e acabamos com imensas coisas espalhadas pelo quarto, o que é terrível. Como vos disse, tenho andado a organizar as coisas aqui pelo quarto e o roupeiro era algo que precisava de uma séria organização, pelo que hoje vos trago algumas dicas, que certamente não serão novas para algumas de vós, mas que tenho a certeza que ajudarão muitas outras.
1. Limpar o roupeiro
A primeira coisa a fazer é limpar o roupeiro. Tira tudo (mesmo tudo) cá para fora, põe tudo em cima da cama ou algo do género. Agora vais separar a roupa em montes diferentes:
......Monte 1: Roupa que está apertada, que está larga, que tem manchas ou está estragada, que já não usas ou raramente usas;
......Monte 2: Roupa que usas para ocasiões especiais (casamentos, festas, etc);
......Monte 3: Roupa que adoras, que te serve, que está em bom estado e que realmente usas muito no dia-a-dia. São basicamente as peças sem as quais não consegues viver, tens de ser criteriosa ao escolher.
Depois de estar tudo cá fora e devidamente separado dá uma limpeza no roupeiro com um pano do pó (é inútil estares a lavar a roupa quando ela fica cheia de pó no roupeiro).
2. Separar os montes
Pega agora no monte 1 que separaste. Separa as peças que estão estragadas (sem arranjo) e as peças que estão em bom estado. Tudo o que está estragado sem arranjo deve ir para o lixo - nem penses mais nisso. Tudo o que está em bom estado coloca em sacos ou caixas e podes dar a uma instituição ou vender numa loja de segunda mão. Estas peças, se não te servem, se não gostas delas, etc, só te estão a roubar espaço no roupeiro e não te fazem falta nenhuma. Guardar peças à espera de emagrecer/engordar também é um erro, provavelmente quando o conseguires vais querer outras peças e não essas.
Agora, pega em tudo o que está no monte 2 e coloca num cantinho do teu roupeiro, onde as peças fiquem bem penduradas, sem se estragarem. Podes até comprar umas capas para colocar nos vestidos e tudo mais para eles ficarem mais direitinhos e protegidos.
Agora é a vez do monte 3, aquelas peças que realmente adoras e usas no dia-a-dia e que são as peças que vão constar no teu roupeiro daqui em diante, das outras tu não precisas. O ideal não é ter muitas peças, mas sim peças que encaixam no teu estilo, que te ficam bem, que são de boa qualidade e que realmente adoras.
3. Arrumar o novo roupeiro
Há roupeiros mais funcionais do que outros, pelo que o modo de organização também deverá variar consoante o roupeiro que temos. O ideal será ter o maior número de peças possíveis penduradas, para estarem sempre direitinhas, e só aquelas que realmente não ganham muitos vincos é que devem estar dobradas. O calçado pode ser colocado em prateleiras, se houver espaço para tal, ou colocado em caixas e cestos de organização. A nova organização do roupeiro deve ser prática e funcional, de forma a que seja fácil escolher a roupa todas as manhãs. Se não tiveres gavetas podes recorrer a cestos para a roupa interior, os pijamas, etc. O que é preciso é imaginação :) Deixo-vos algumas sugestões de organização do IKEA, mas quem não tem IKEA por perto também pode procurar em lojas como a Moviflor, A Loja do Gato Preto, a Dmail, etc.
4. Comprar novas peças
Daqui em diante, quando fores comprar novas peças, tens de ter sempre em atenção as características referidas anteriormente: ver se a peça te fica bem, se tens outras peças com que a usar, se tem qualidade, se vais usar durante várias estações, etc. As peças básicas (post sobre isso em breve) devem ser aquelas em que investes mais dinheiro, já que são as que vais usar durante mais estações e as que devem ter melhor qualidade. As peças tendência, podes depois comprar 2 ou 3 por estação, para dar uma lufada de ar fresco ao teu roupeiro, e elas podem ser mais acessíveis, já que provavelmente não as vais usar mais do que duas estações. O teu roupeiro pode ainda ser personalizado com acessórios (carteiras, lenços, bijuteria, etc) que geralmente têm preços mais acessíveis e tornam qualquer look mais composto. Boa sorte :)

10 comentários

Comentar post