Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Moda e Beleza

by Cláudia Gusmão since 2006

Moda e Beleza

by Cláudia Gusmão since 2006

Ter | 11.10.11

Review: Skin 79 Super BB Cream Pink Label

A Janina, da Lojinha da Janina, enviou-me duas amostras do Super BB Cream, o Pink Label e o Gold Label. Estive a experimentar o Pink Label e hoje venho-vos fazer um review. A amostra deu-me para cerca de 4 utilizações, pelo que a longo prazo não vos posso dizer os resultados, mas posso-vos dizer o que achei destas 4 aplicações :) Podem ver aqui uma fotografia da amostra para terem uma ideia.
Para começar, vou explicar o que é e como surgiu o BB Cream. Segundo se diz, o BB cream surgiu na Alemanha, através de um Dermatologista que o usava para tratar e regenar a pele das pacientes após tratamentos a laser. Entretanto, algumas actrizes Sul Coreanas ficaram famosas por usarem estes BB Creams e a tendência rapidamente se espalhou por toda a Ásia, uma vez que as mulheres asiáticas tinham variados problemas de pele e dificuldade em encontrar um produto adequado ao seu tom de pele.
A Skin 79 é originária da Coreia e estes produtos estão agora a espalhar-se um pouco por todo o mundo. O BB Cream é um Beblesh Balm, que deverá actuar em 3 frentes: tratamento da pele + primer + cobertura. Na Lojinha da Janina há vários tipos de BB Creams diferentes, como podem ver na imagem abaixo:
O Super BB Cream Pink Label, que é o que vos vou falar hoje, tem propriedades que ajudam a combater as rugas, a reduzir as manchas (sejam manchas de acne, de idade ou outras) e protegem a pele do sol (tem SPF 25) enquanto dão alguma cobertura. Segundo sei a diferença entre o Pink Label e o Gold Laber é que o Pink Label é para pele mista/oleosa e o Gold Label é para pele normal/seca, pelo que o Pink Label também ajuda a controlar a oleosidade.
O produto só está disponível num tom, que é meio acinzentado. Parece super estranho, mas é isso que vai fazer com que ele se adapte ao vosso tom de pele. A cobertura, obviamente, não é tanta como de uma base, mas é bastante boa e muito melhor do que todos os cremes com cor que já experimentei. Para aumentar a cobertura têm 4 opções: aplicar uma base depois do BB Cream (o que lhe vai tirar o efeito natural), aplicar corrector nas áreas que precisam de mais cobertura, reaplicar o BB Cream até à cobertura desejada (pode ser aplicado 3 vezes na mesma zona e mantei o efeito natural) ou aplicar uma base em pó por cima, que ajuda a matificar e dar um pouco mais de cobertura.
Se são daquelas pessoas que não usa base, mas às vezes gostava de ter um produto para uniformizar um pouco mais o tom de pele sem parecer uma máscara, este é o produto ideal para vocês. Ainda assim, sendo que é um produto Asiático, não é adaptado a peles negras.
No que refere à embalagem, eu gosto especialmente da embalagem do Super BB cream (1ª imagem do post). É moderna, simples e prática, para além de ter o pump, que a torna muito higiénica. Vem com 40gramas, o que é óptimo.
Fazendo um breve resumo, gostei muito deste produto, tenho pena que a amostra já tenha acabado, vou agora experimentar o Gold Label e decidir qual quero comprar, apesar de achar que o Pink Label será o meu escolhido, uma vez que é para pele mista/oleosa.
Quem estiver interessada, pode comprar estes produtos na Lojinha da Janina, sendo que este em específico custa 16€. Fiquei bastante contente de a Janina os ter disponíveis para venda, uma vez que já em Fevereiro tinha visto um vídeo da Ingrid, que vos deixo abaixo, e fiquei bastante curiosa para experimentar, só que o produto era um pouco difícil de obter em Portugal.

7 comentários

Comentar post