Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Moda e Beleza

by Cláudia Gusmão since 2006

Moda e Beleza

by Cláudia Gusmão since 2006

Dom | 04.09.11

Como poupar e sobreviver à crise - vale a pena ler :)

Estamos em época de crise e isso reflecte-se no dinheiro que temos disponível no dia-a-dia. Quer te sintas mais ou menos afectada pela crise, poupar é sempre importante. Deves ter uma poupança para algo que queiras comprar (ex: um telemóvel novo, um presente, etc) e algum outro dinheiro para guardar mesmo, caso venha a ser preciso, ou para usares futuramente para algo importante, pelo que eu acho que é bom ter dois mealheiros. A forma como divides as tuas poupanças e quanto pões por mês em cada mealheiro depende de ti e do objectivo que tens a cumprir. Hoje vou dar-te umas dicas de como podes poupar mais algum dinheiro :) O post vai ser longo, mas com estas dicas vão certamente sobreviver à crise!

1)  Evita comer em restaurantes/shoppings muitas vezes. Durante as aulas o ideal é comeres na cantina ou, no caso de não teres possibilidade, levares algo de casa para comer. (Querem ideias do que levar para um almoço? :D). O mesmo se passa quando queres ir comer fora com os teus amigos, os preços das refeições já não são muito bons, pelo que poupavam mais se fossem todos às compras e se juntassem em casa de um de vocês! Se ainda assim quiseres ir comer fora tenta aproveitar aqueles cupões de descontos que às vezes temos na caixa do correio. O mesmo se passa com os lanches ou intervalos, se levares algo de casa vais poupar bastantes € ao final da semana.

2)   Define um objectivo. Eu, por exemplo, desde os saldos de Inverno que tinha decidido que ia poupar dinheiro para os saldos de Verão. O meu objectivo agora é juntar dinheiro para comprar bons presentes de Natal para a minha família e amigos. Se tiveres um objectivo definido é mais fácil lembrares-te de juntar dinheiro e quanto mais cedo começares, melhor!

3)   Controla-te nas compras. Já tiveste possibilidade de ver o vídeo das peças de roupa essenciais (quem não viu, pode ver aqui), pelo que primeiro deves concentrar-te em comprar alguma peça que te falte. Ao teres bons básicos, que te vão durar vários anos, vais poupar bastante daí em diante. Depois aproveita as novas colecções para comprar 2 ou 3 peças tendência que ajudem a enriquecer o teu look, e assim estarás sempre bem sem gastar muito :)

4)   Os saldos são a melhor altura para comprar roupa, porque consegues encontrar as mesmas peças por preços muito mais reduzidos, o melhor é sempre ir nos primeiros dias. Ainda assim, claro que se bastante tempo antes dos saldos vires uma peça que gostas muito e sabes que vais usar muitas vezes, talvez seja bom investir.

5)    Para comprar roupas ou produtos de beleza mais caros, é muitas vezes necessário fazer um investimento. Faz um plano mensal de todas as despesas fixas que tens, quanto queres poupar em cada mês, e vê quanto te sobra. Com o que sobrar podes aproveitar para fazer esse investimento extra, ou juntar o que sobra durante alguns meses até teres dinheiro para essa peça mais cara, se gostares mesmo dela vais sentir uma grande recompensa :) Por vezes investir numa boa peça/produto que seja mais cara compensa mais do que investir em meia dúzia que depois ficam encostadas a um canto, para além de que aprendes a dar mais valor às coisas.

6)    Compra os presentes com alguma antecedência. Por exemplo, em minha casa temos por hábito começar a comprar os presentes de Natal no final de Outubro, isto porque nessas alturas ainda encontras coisas mais baratas, que depois sofrem sempre a “inflação Natal”, para além de teres mais tempo de procurar o presente certo. Pode não parecer, mas se fizeres contas ao que gastas dessa forma e ao que irias gastar ao comprar tudo em cima da hora, vais ver que poupas bastante.

7)    Investe nas embalagens grandes. Quando fores comprar creme, gel de duche, champô, cereais, detergente da roupa, ou qualquer outra coisa, vê se te compensa comprar o tamanho maior do produto, porque muitas vezes a diferença de preços compensa, já que vais ter produto para mais tempo e gastas menos do que se estivesses sempre a comprar as embalagens pequenas.

8)    Aproveita os passatempos. Aproveitar os passatempos dos blogs, sites, lojas, etc, pode-te permitir receber algumas peças ou produtos de beleza gratuitamente que te vão poupar alguns € na carteira ao final do mês.

9)    Aproveita os descontos em cartão, talão ou mesmo descontos directos. Quando vires que algo que consomes frequentemente está com desconto aproveita para comprar, mesmo que o desconto seja em cartão depois podes aproveitar para comprar outras coisas que precises com esse dinheiro. Não quero com isto dizer que compres tudo o que está com desconto, só aquilo que realmente precisares.

10)   As saídas à noite podem ser uma grande despesa na carteira. São as batatas fritas, a bebida para comemorar isto ou aquilo, o cachorro quente às 2h da manhã porque já se está com fome, a entrada na discoteca, enfim. Tenta programar saídas menos dispendiosas, em que possam conviver sem ser necessário gastar muito (ou pagar entrada) e leva sempre algo de casa na carteira para petiscar quando tiveres forme.

11)   Tira os teus próprios apontamentos e faz os teus próprios resumos, para além de estares a estudar poupas algum dinheiro em fotocópias! Além do mais se fores estudando por ti, fazendo resumos e pesquisas evitas comprar livros de resumos ou de estudo, que normalmente não são baratos.

12)   Cuidado com as revistas, é fácil termos a tentação de comprar todas as revistas novas que vão saindo e isso é terrível para esvaziar a carteira. Tenta escolher uma ou duas revistas que gostes muito e assina-as. Para além de as receberes comodamente em casa (sem medo que esgotem), só pagas na assinatura, ficando o resto do ano sem pagar nada. Por exemplo a ELLE tem uma assinatura anual de 20€ (recebem as 12 edições de tamanho grande em casa), enquanto que comprando cada uma individualmente num quiosque irias gastar 42€, são 22€ que poupas com a assinatura.

13)   Aprende a arranjar-te bem, assim evitas gastar dinheiro a arranjar o cabelo, fazer a manicura ou a maquilhagem, e guardas isso para as situações mais especiais ou para quando o teu cabelo precisar mesmo de um corte.

14)   O ginásio é, habitualmente, uma grande despesa mensal. Se seguires um programa que possas fazer em casa diariamente, como este, vais poupar imenso. Muitas pessoas preferem o ginásio porque sentem que têm um compromisso…mas podem tornar o desporto em casa nesse mesmo compromisso.

15)   Cuidado com os "empréstimos". Claro que todos podemos precisar que alguém nos empreste dinheiro, mas há sempre aquelas pessoas cujos empréstimos duram para sempre, uma vez que nunca devolvem o dinheiro, Antes de emprestares dinheiro a alguém, avalia se essa pessoa tem tendência a cumprir "prazos" de entrega, e caso não o faça não tenhas problemas em pedir-lhe.

16)   Arranja algo que consigas conciliar com o teu dia-a-dia e que consigas juntar algum dinheiro com isso. Há várias opções, desde fazeres bijuterias para vender, venderes roupa que não usas, passeares o cão de um vizinho, tomares conta dos teus primos bebés, enfim.

 

Espero que vos tenha ajudado, estas são pelo menos as dicas que sigo para mim própria e que me ajudam bastante :) Compreendam que estas dicas são para jovens ou adultos sem muitos encargos, quando se começa a ter prestações para pagar ou as contas na caixa do correio é necessário ter mais alguns cuidados, estas são "regras" gerais, que todos podem aplicar no dia-a-dia :)

Fotos: Fashion Toast

31 comentários

Comentar post

Pág. 1/3