Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Moda e Beleza

by Cláudia Gusmão since 2006

Moda e Beleza

by Cláudia Gusmão since 2006

Ter | 16.08.11

Como ajudar o cabelo a crescer mais rápido?

Esta é, sem dúvida, uma questão que recebo com imensa frequência. O crescimento normal do cabelo é de 1cm por mês, aproximadamente. Quando o cabelo não cresce o esperado, provavelmente algum problema se passa com ele. Assim sendo, eu decidi elaborar este post para responder a todas as vossas questões sobre o crescimento do cabelo. Eu já fiz um post sobre como tratar correctamente o cabelo, para ele ser saudável, podem ver esse post aqui. O post que estou a elaborar hoje não é sobre como tratar o cabelo, mas sim como activar o seu crescimento. Pelo que aqui ficam as minhas dicas :) O post vai ficar um pouco longo, mas acho que vale a pena!

 

1) É importante activar a circulação sanguínea. Se a circulação sanguínea não estiver a funcionar correctamente no couro cabeludo, a raíz e os fios não vão receber os nutrientes essenciais para garantir que o cabelo cresce forte e saudável. A ausência desses nutrientes é o que, muitas vezes, impede que o cabelo cresça. Duas boas formas de activar o circulação sanguínea são as seguintes:

a) Durante a aplicação do champô no duche, massajar bem o couro cabeludo. Por massajar significa passar os dedos com uma certa pressão (não muita), como se estivessemos a massajar as costas de alguém. Fazer ligeiros movimentos circulares, ao longo de toda a cabeça, massajando suavemente durante cerca de 3minutos é óptimo, e irá não só activar a circulação sanguínea, como também lavar melhor o cabelo.

b) Quando o cabelo já estiver seco, ou antes de te deitares por exemplo, vira a cabeça para baixo e com uma escova macia penteia o cabelo desde as raízes até às pontas. Isto irá fazer com que o cabelo "descole" do couro cabeludo, evitando assim que fique oleoso, ao mesmo tempo que activa a circulação. Escovar demasiado o cabelo não é, no entanto, aconselhado, porque pode enfraquecer os fios.

 

2) Se o nosso cabelo está tão dependente dos nutrientes para poder crescer, então aquilo que comemos, bebemos ou fazemos também influencia o seu crescimento. Assim, procura uma alimentação rica em nutrientes (frutas, massas, arroz, cereais integrais, etc), proteínas, vitaminas A, B e C, ferro e sais minerais. Vícios como o tabaco ou o álcool provocam imensos estragos nos bolbos capilares, por não permitirem que a circulação sanguínea se dê de forma correcta (e isto acontece para todo o corpo, não apenas para o couro cabeludo). O cabelo é considerado pelo nosso organismo como menos importante do que o nosso coração, a nossa pele ou qualquer outro músculo ou órgão essencial à nossa sobrevivência. Assim sendo, só os nutrientes que sobram do resto do corpo é que vão para o cabelo... se a nossa alimentação não for equilibrada, o cabelo recebe 0% de nutrientes, e por consequência não cresce e fica estragado. Ingerir muita água também é muito importante, como já devem ter ouvido imensas vezes a hidratação deve primeiro vir de dentro para fora (com a ingestão de líquidos sem açúcar) e os produtos que são aplicados no exterior são apenas para ajudar o trabalho do nosso corpo em manter tudo hidratado e saudável.

 

3) Quando o cabelo fica muito oleoso, os poros ficam entupidos, impedindo que o cabelo respire e cresça. Podem até ser criados fungos, chamados pityrosporum ovale que provocam a descamação do couro cabeludo e impedem que ele fique saudável. Ao contrário do que muitas pessoas pensam tratar o cabelo oleoso não passa por lavá-lo todos os dias, isso irá enfraquecê-lo ainda mais. Para verem como tratar bem um cabelo oleoso consultem um post que fiz sobre isso, aqui :) Essencialmente, o ideal é lavar o cabelo dia sim dia não. Muitas pessoas com o cabelo oleoso acham isso impossível, e eu compreendo o seu ponto de vista. Ao início parece impossível passar essa barreira, mas acreditem que se deixarem de o lavar todos os dias ele gradualmente vai ficar menos oleoso, se não saírem do ciclo vicioso de o lavar todos os dias, ele só vai ficar cada vez pior. É um processo a longo prazo, que leva o seu tempo, mas que vai valer a pena.

 

4) Cortar o cabelo com regularidade é muito importante. Começar a deixar crescer um cabelo que está estragado não é uma boa opção, primeiro temos de criar uma boa base para ele crescer saudável, por isso o primeiro passo é, sem dúvida, cortar todas as pontas estragadas. Muitas vezes o não crescimento (ou, neste caso, aparente não crescimento) deve-se, não à raíz, mas sim às pontas. Quando as pontas estão estragadas ou secas começam a quebrar, o que faz o cabelo parecer sempre do mesmo tamanho. A raíz cresce, mas as pontas quebram, e então o cabelo aparenta estar sempre do mesmo tamanho. O ideal será cortar 1 a 2 cm de 6 em 6 meses, para garantir que as pontas estragadas não fazem parte do nosso cabelão! Cortar mais do que isso também não é aconselhável para quem está a deixar crescer o cabelo, uma vez que iriamos cortar tudo o que ele cresceu. Se o cabelo for bem tratado, cortar um bocadinho de 6 em 6 meses é suficiente.

 

5) A genética tem um papel muito importante no crescimento do cabelo. O cabelo de algumas pessoas chega a crescer mais de 1,5cm por mês, enquanto o de outras é mais difícil. Ainda assim, um cabelo que esteja saudável e bem tratado (por dentro e por fora) deve crescer em média 1cm, como já foi referido neste post. Se vires amigas tuas a quem o cabelo crescer mais, provavelmente ela teve uma genética mais abençoada nesse campo. Para as pessoas "menos abençoadas" existem suplementos alimentares, como estes ou estes, perfeitamente seguros (só assumo que são seguros pelos dois que sugeri, outras marcas não tenho conhecimento) que podem dar uma ajudinha. Já as âmpolas não aconselho muito, pois elas actuam de forma externa, e como já vos disse o cabelo deve ser estimulado de dentro para fora. As âmpolas só ajudam em adição a tudo o resto. Mas nunca é demais referir que os comprimidos não funcionam sozinhos! É preciso ter todos os cuidados.

 

6) Usar produtos de qualidade no cabelo também é importante. Compreendo perfeitamente que nem toda a gente tem possibilidades de comprar produtos mais caros, mas pelo menos dentro da variedade disponível nos hipermercados, procurem aqueles que são mais falados e reconhecidos por serem bons para o cabelo, os mais baratos não costumam ser a melhor opção (review da My Label a caminho, a propósito). Quem tiver possibilidade de comprar produtos melhores, eu aconselho, uma vez que é um investimento a longo prazo. O importante é encontrarem os produtos que funcionam melhor para o vosso cabelo. Segundo alguns especialistas, os champôs anti-queda e forticiantes incentivam o crescimento do cabelo, pelo que podem possivelmente ajudá-lo a crescer mais rápido. Deixo-vos algumas sugestões, os preços apresentados são aproximados e encontram todos os produtos em Salões ou Hair Shops:

7) Para finalizar resta-me apenas dizer para terem cuidado na aplicação dos produtos. Muitas vezea aplicamos máscara nas raízes desnecessariamente, aplicamos laca nas raízes, aplicamos demasiada espuma, tudo e mais alguma coisa, que depois se vai entranhando e acumulando na raíz do cabelo, o que faz com que ele não cresça e fique super oleoso. Sempre que puderem evitem a aplicação de produtos na raíz (excepto o champô, claro!) e de duas em duas semanas façam uma purificação com um champô transparente, que seja realmente purificante. Duas opções são o Pantene Purificante ou o L'Oréal Professionnel Pure Resource. Existem já produtos especificos para remover este tipo de produtos acumulados na raíz, mas que infelizmente ainda não chegaram a Portugal. Quem quiser um pode comprar aqui :)

 

Espero que vos tenha ajudado meninas! O cabelo é algo ao qual devemos dedicar muita atenção e cuidado, pois ele e a nossa pele acompanham-nos e são a nossa maior moldura, pelo que quanto mais felizes conseguirmos estar com eles melhor :) Mas tudo isso envolve algum trabalho. Só talvez 1% da população mundial consegue estar óptima sem cuidados... mas até quando? O melhor é começar a tratar de nós enquanto ainda vamos a tempo :) Alguma questão podem deixar :)

 

Nota: Como repararam os comentários ainda não estão todos respondidos, tenho tido dias bastante ocupados, mas faço o meu melhor e espero muito em breve ter tudo respondido :) Obrigada!

53 comentários

Comentar post

Pág. 1/4