Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Moda e Beleza

by Cláudia Gusmão since 2006

Moda e Beleza

by Cláudia Gusmão since 2006

Seg | 14.03.11

A minha dieta - como eu perdi 12kg

Olá meninas :) Hoje estou aqui para fazer este tão esperado post - como eu perdi 12kg. Vamos começar pelo início para que tudo seja mais perceptível :) Até aos meus 7 anos de idade eu era magra demais. A minha mãe fazia de tudo para eu comer, até me juntava farinha de cerelac no leite a ver se eu não dava conta. No entanto, pouco tempo depois de ter feito 7 anos sofri um trauma bastante forte que alterou por inteiro o meu organismo (parece ridículo, era uma criança, mas é verdade). Depois desse incidente, tive uma depressão bastante forte que me fez engordar bastante. Desde aí o caso inverteu-se e a luta deixou de ser para engordar mas sim para emagrecer. E foi sempre assim até aos meus 15 anos. Nessa altura, e depois de sempre me verem tão triste com o meu corpo, os meus pais levaram-me a uma nutricionista que me levasse mais a sério (aqueles onde eu tinha ido desde miúda diziam que isso "era da idade", que "ia crescer e emagrecer", mas quem percebe um pouco do assunto sabe que quando se engorda devido a uma depressão, não se volta ao normal sem mais nem menos). Aí comecei a seguir uma dieta que me fez perder os tais 12kg que tinha a mais. Não vou estar com rodeios a dizer que foram tudo maravilhas, pois toda a gente sabe que para fazer dieta é preciso força de vontade e algum sacrifício. Eu era fã de leites com chocolate, madalenas, bolachas e bolachinhas e há 5 anos que esses alimentos não entram na minha vida - quem tem tendência para engordar é bom que perceba que estes alimentos não só dão cabo da linha como dão cabo da saúde. A uma pessoa com tendência para engordar, basta adicionar míseras calorias à dieta que devia cumprir para aumentar de peso. Por isso o controlo e a disciplina são muito importantes numa dieta. Desculpem-me a frontalidade, mas acho que é importante deixar isto bem claro. Agora vamos então passar ao dito plano :)

A minha dieta era composta por 3 elementos:

- Exercício (podem ver aqui a rotina de exercícios);

- Tratamentos adelgaçantes (podem ver aqui) - é importante não menosprezar esta parte pois a pele sofre imensas modificações durante a dieta;

- Alimentação - que é o que vou falar hoje.

Vou então passar à parte da alimentação...

O meu plano de dieta era para perder 0,5kg por semana, o que significa perder os 12kg em 6 meses. Muita gente achará que demora muito, mas é preferível demorar o seu tempo, mas ficar tudo direitinho (especialmente com a nossa saúde). A alimentação que eu seguia era a seguinte:

Pequeno almoço

1 chávena de chá verde (primeiro que tudo)

200ml de leite branco meio gordo

1/2 pão mistura com uma fatia de fiambre de peru, queijo fresco ou queijo flamengo

Meio da manhã

33 cl de água (antes de comer)

1 snack

Almoço

33 cl de água (antes de comer)

120g de carne ou peixe (60% das vezes peixe e carnes só brancas)

3 colheres de sopa de arroz ou a mesma quantidade de massa

metade do prato de salada

Lanche

33 cl de água (antes de comer)

1 snack

Jantar

33 cl de água (antes de comer)

1 sopa (de preferência sem azeite)

1 peça de fruta

Ceia

200ml de leite morno ou 1 chá de cidreira

Notas

1) O facto de bebermos 33 cl de água antes de cada refeição faz não só com que fiquemos mais cheias (e daí não termos tanta fome), como também garante que bebemos a quantidade mínima de água aconselhada por dia (1,5l). Se quiserem durante as refeições podem beber mais água.

2) Para quem nunca tem tempo de tomar o pequeno-almoço... é tudo uma questão de deixar tudo preparado do dia anterior e sair da caminha 5 minutos antes. Usar pacotes de leite de 200ml ajuda a não ter que tirar uma medida, o pão pode ficar a descongelar do dia anterior e o chá aquecido no microondas...

3) Como viram na dieta há 2 "snacks", que eu vou passar a explicar. Um dos snacks tem de ser obrigatoriamente 100g de fruta (podem escolher morangos, cerejas, melão, melancia, pêras, maçãs, enfim... se escolherem banana ou manga comam apenas 50g). E o outro snack pode ser uma das seguintes escolhas, que nunca poderia ultrapassar as 150kcal:

O meu conselho é irem variando sem nunca saírem muito destas opções. Tenham em atenção que as barras de cereais devem ser muesli ou fitness (as menos calóricas) e os iogurtes devem sempre ser magros. Apesar de haver muitas opções abaixo das 150kcal devemos sempre escolher as que tiverem menor teor de hidratos de carbono simples, pois esses são assimilados muito rapidamente, transformando-se em gorduras.

4) Para garantir que cumprem o plano, o melhor é levar a comidinha de casa (eu tinha uma bolsinha onde levava tudo dentro da carteira/mochila. Se durante o almoço não encontram muitas opções saudáveis, optem por comer a sopa ao almoço e deixem o prato para o jantar, quando já podem comer em casa.

5) Devem pesar-se uma vez por semana ao levantar, depois de urinar, em roupa interior (antes de tomar banho ou qualquer outra coisa). Eu geralmente pesava-me sempre ao Domingo que era quando tinha mais tempo durante a manhã. Se durante a semana perderam os 0,5kg que era suposto (ou até mais um bocadinho) podem fazer uma asneirinha nesse dia. Mas atenção que uma asneirinha é por exemplo comer um gelado, não é ir ao McDonalds, pedir um menu completo e ainda a sobremesa. Uma asneirinha é adicionar uma coisinha que se gosta a esse dia.. mas só uma e só esse dia :) Se não se emagreceu o que era suposto, é porque já fizémos asneiras durante a semana e por isso já não temos direito a asneirinha.

6) Quando se vai ao Centro Comercial almoçar ou jantar as melhores opções são: uma sopa, uma salada do Vitaminas (base alface ou mista), uma sandes de queijo fresco na Pans (sem direito a batatas) ou então naqueles restaurantes que têm comida "normal". Não é aconselhável fazer isso mais do que uma vez por semana.

7) A bebida é sempre água, com excepção do pequeno-almoço. Quando se bebe bebidas doces, há sempre uma vontade maior de beber mais. Já para não dizer que são calorias completamente desnecessárias. Nos dias em que não nos apetece mesmo nada beber água, um sumo natural é a opção viável.

8) É uma boa ideia esvazir os armários de alimentos que não são saudáveis, pois assim não há tentações. Não levar dinheiro na carteira também resulta (assim não dá para ir a um café ou ao bar comer porcarias). Se há um irmão em casa (por exemplo) que compra sempre imensas "porcarias", a solução é colocarmos a nossa comida num armário separado... assim nem vemos as outras coisas :)

9) Quando há uma vontade mesmo grande e incontrolável de comer alguma coisa menos saudável (e muito calórica) façam o seguinte: bebam água, contem até 10 e tentem distrair-se com outra coisa. Se não resultar mesmo optem por comer uma bolacha ou um iogurte... para acalmar o apetite sem ser um crime para a dieta.

10) É importante não nos estarmos sempre a deitar abaixo. Não é porque tivemos uma recaída e comemos 1 quadrado de chocolate que temos de deitar tudo a perder e comer a tabelete inteira... comemos o quadrado comemos, paciência, vamos dar um passeio com o cão para queimar as caloriazinhas extra ;)

11) Os suplemenos alimentares (os famosos comprimidos para emagrecer) podem ser bastante perigosos se não forem receitados por um médico competente. O único que eu recomendo, para quem tem uma vontade excessiva de comer doces, são os suplementos de crómio. Toma-se um comprimido por dia depois de uma das refeições e ele regula os níveis de açúcar no sangue, evitando esses desejos que muitas vezes aparecem. No entanto, para se tomar este suplemento é preciso saber se não sofremos de hiperglicémia (excesso de açúcar no sangue), para além de que nunca se deve tomar mais do que uma caixa (60 comprimidos - 2 meses) no espaço de meio ano.

Para manter o peso

Quando se alcança o peso desejado não é difícil manter. A alimentação e o exercício devem continuar na mesma, com a excepção de que se pode por exemplo comer um prato normal ao jantar em vez de sopa, se pode acrescentar um outro snack de vez em quando... mas a alimentação de manutenção nunca deve exceder mais do que 300 calorias do que a alimentação de dieta. É difícil, mas quem tem tendência para engordar precisa de perceber que os cuidados com a alimentação vão ter de durar toda a vida.

Actualmente

Como eu referi no post dos cuidados com a celulite estou novamente em dieta. Como já referi neste post, o meu organismo é traiçoeiro e por vezes prega-me partidas. No ano passado, com a entrada na Universidade, uma imensidão de coisas a acontecerem, um horário de loucos e ainda não sei quantas actividades extra por dia, não me sobrava muito tempo para exercício ou para uma alimentação correcta, juntando a uma desregulação hormonal. O resultado foram uns quilinhos a mais. Agora estou então novamente a seguir esta dieta para os perder :) Esta é uma dieta 100% saudável para o organismo, que pode ser feita durante o tempo que se quiser até se alcançar o peso desejado. Não tem contraindicações ou riscos para a saúde.

 

O único caminho para um corpo magro e saudável é uma alimentação correcta e exercício físico.

Força meninas, vocês conseguem :) Podem deixar as vossas dúvidas!

164 comentários

Comentar post

Pág. 1/10