Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Moda e Beleza

by Cláudia Gusmão

Moda e Beleza

by Cláudia Gusmão

SEGREDOS DE BELEZA COREANOS

sgredos.jpg  Os posts escritos estão de volta! Tive que fazer um pequeno hiatus pois estava completamente sem inspiração! Algum tempo de pausa ajudou-me a ter novas ideias de conteúdos que quero partilhar :)

 As Coreanas são famosas pelos seus extensos rituais e truques de beleza, pelo que hoje decidi partilhar convosco quatro dos mais famosos truques!

1. Limpeza dupla. Remover toda a maquilhagem e limpar a pele em profundidade é essencial. Assim, à noite as Coreanas têm port hábito usar um óleo desmaquilhante (como este) para remover todas as impurezas à base de óleo (protector solar, base, máscara, sebo, etc) seguido de um produto de limpeza mais suave (como este) para remover as restantes impurezas e deixar a pele bem limpa sem a secar em demasia. Eu sigo este truque há muito tempo, se tiverem curiosidade em ver como faço podem ver uma das minhas rotinas de pele!

2. Massagens faciais. Aquando da limpeza de pele a realização de uma massagem facial ajuda a melhorar a circulação, a dar firmeza à pele, a esfoliar de forma suave e a reduzir inchaços. Também tenho um vídeo sobre massagem facial, se quiserem ver a "minha" técnica :)

3. Sheet Masks. As rotinas de pele coreanas são baseadas na hidratação, pois a correcta hidratação da pele permite que a mesma se mantenha jovem por mais tempo e que as rugas sejam menos visíveis (estão mais preenchidas). As máscaras em folha, que se aplicam directamente na pele limpa durante 15 minutos, são dos seus maiores segredos de beleza! Visto terem a folha/tecido na superfície da pele, mantêm o contacto dos produtos com a mesma sem que outras substâncias entrem em contacto com o produto por via aérea, maximizando os resultados. Na Sephora encontram algumas máscaras deste género! A Talika, a Shiseido e a La Mer também já oferecem opções, para quem pretende comprar online!

4. Protector solar. As mulheres coreanas são conhecidas por nunca saírem de casa sem protecção solar, o que é essencial para combater rugas precoces, manchas e cancro da pele. Num país tão solarengo como o nosso é essencial seguir a dica! Para evitar um efeito pesado para o dia-a-dia, adoro usar o protector solar em gel da Heliocare!

 

Espero que tenham gostado destas dicas e que as sigam direitinho :P Têm mais alguma dica para partilhar?

Como manter as All Star brancas... brancas?

allstarbrancas.jpg

 As sapatilhas de tecido brancas são do calçado mais fácil de combinar na Primavera. Ainda assim, apresentam um enorme problema: manterem-se brancas sem se estragarem. Comprei o meu par de All Star brancas há cerca de 2 anos e sempre tive algumas dúvidas em como devia lavá-las. Há quem as lave na máquina mas, segundo sei, começa a descolar/partir as solas e há quem as lave em lixívia, mas com o tempo vão ficando amareladas e o tecido vai-se estragando. As minhas estavam mesmo a precisar de uma boa limpeza e decidi pesquisar na Internet como é que outras pessoas as lavavam. De entre muitos tutoriais que vi, o que me pareceu mais "seguro" foi o que vos vou descrever hoje.

 Para lavar as sapatilhas vão precisar de bicarbonato de sódio (em hipermercados na zona dos temperos ou farinhas), um detergente líquido para a roupa (eu uso o Formil Marselha ou o Skip Aloe Vera - convém ser branco), uma escova de dentes velha (ou uma daquelas baratinhas) e água fria corrente. Eu aconselharia também a usarem umas luvas de cozinha ou de latex, visto que o bicarbonato de sódio pode deixar a pele bastante seca!

 O primeiro passo é misturar numa taça porções iguais de detergente líquido e bicarbonato de sódio, mexendo até formar uma pasta. Depois de a pasta estar pronta vamos tirar os cordões e molhar as sapatilhas em água fria (é de evitar água quente para não encolher o tecido) e começamos a esfregar suavemente a mistura com uma escova de dentes na sapatilha. A escova de dentes é suave o suficiente para não danificar o tecido e ao mesmo tempo ajuda a chegar melhor aos cantinhos do que com uma escova da roupa. Vão esfregar toda a sapatilha incluindo o interior - vai demorar algum tempo - e depois vão passá-la uma vez por água fria corrente. Quando passarem por água e removerem todo o detergente, verifiquem se todas as manchas de sujidade saíram. Caso não tenham saído repitam o processo, caso já estejam limpinhas passem-nas bem por água durante 1 ou 2 minutos para assegurar que todo o detergente é removido e espremam a água em excesso apertando ligeiramente a sapatilha. Depois de ambas estarem lavadas é altura de as deixar a secar. Para isso virem a língua da sapatilha para fora (de forma a que o interior seque) e deixem-nas numa zona onde não apanhem sol (para evitar que fiquem amarelas) mas onde corra uma brisa. Se quiserem podem fazer este processo ao final do dia e deixá-las a secar durante a noite. Para lavar os cordões, eu gosto de os deixar "de molho" na mistura durante cerca de uma hora e depois lavo-os normalmente à mão e ponho a secar. Quando tudo estiver seco, é só voltar a colocar os cordões e as sapatilhas estão branquinhas novamente! Quanto mais cedo fizerem isto, mais facilmente vão conseguir manter o tom branco, já que a sujidade é mais fácil de remover quanto mais recente for.

 Espero ter-vos ajudado, na fotografia acima podem ver as minhas sapatilhas antes e depois :) Se tiverem alguma dúvida, por favor deixem nos comentários!

Lavar ou não o cabelo todos os dias | Blovember #10

hairwash.jpg

  Depois do post de ontem, que podem ler aqui, percebi que ainda há muitas dúvidas e questões quanto ao facto de ser saudável ou não lavar o cabelo todos os dias. Quero começar por dizer que eu não defendo que a minha teoria é a única correcta ou que todos os outros estão errados se não concordarem comigo. Estou apenas a mostrar e explicar o meu ponto de vista para aqueles que estiverem dispostos a experimentar.

 Eu tinha a mania de lavar o cabelo todos os dias, fiz parte de um grupo de dança e joguei basquetebol e achava que, com isso, era impossível não lavar o cabelo todos os dias. O meu cabelo era oleoso, frizado e espigava facilmente, sendo difícil deixá-lo crescer, para além de passar por fases de elevada queda e irritação no couro cabeludo. Sempre usei bons produtos no cabelo, pois esse é o hábito da minha mãe há muitos anos, por isso não era por usar maus produtos que o meu cabelo estava assim. O meu pai, que era médico, pensou que pudesse ser algum défice de vitaminas ou algo do género e levou-me a fazer análises, que vieram normais. Quando fui à cabeleireira e lhe falei do problema, ela disse-me que era de lavar o cabelo todos os dias e que devia experimentar lavar, no máximo, dia sim dia não. E as razões que me foram apresentadas foram:

1. Se queremos que o cabelo seja saudável e cresça forte, sem pontas estragadas, temos de deixar os óleos chegar da raíz, onde são produzidos, até às pontas, sendo o ideal 48h (lavar dia sim dia não), tendo também em conta o tamanho do cabelo;

2. Muitas vezes a produção de óleo é um processo de protecção do corpo. Por isso quando não tem óleo, volta a produzi-lo. Ou seja, ao lavar diariamente estamos sempre a incentivar a produção de óleo. Ao usar um champô seco, por exemplo, estamos a absorver o excesso de óleo, mas a deixar uma camada saudável no couro cabeludo para que não produza mais. Ao lavar o cabelo estamos a remover todo o óleo e não apenas o excesso, levando à produção de mais;

3. A raíz do cabelo demora 24h a secar. Se lavarmos o cabelo todos os dias a raíz nunca chega a ficar seca, e acontece o mesmo que acontece a uma planta com demasiada água, apodrece e tende a morrer;

4. Se se lava o cabelo todos os dias, ele tem de ser exposto todos os dias ao calor do secador durante vários minutos e, possivelmente, a outros processos de styling. Isto é bastante agressivo para os comprimentos, que se estragam com mais facilidade. Ao mesmo tempo não secar o cabelo faz com que ele, estando húmido, agarre mais facilmente poeiras e sujidade, ficando oleoso mais depressa;

5. O processo de lavar devidamente o cabelo e aplicar os produtos de tratamento certo leva algum tempo. Por isso, as pessoas que lavam o cabelo diariamente têm menos abertura/tendência a seguir essas etapas todos os dias, o que piora a situação.

 

 Comecei a tentar não lavar o cabelo todos os dias. Às vezes usava-o preso ou algo do género, até que descobri o champô seco e comecei a usá-lo nos dias em que não lavava o cabelo. Com o passar do tempo o cabelo ficou muito mais saudável e fácil de trabalhar e, hoje em dia, consigo estar dois dias sem lavar o cabelo, mesmo fazendo exercício. Mesmo quando tinha o cabelo deste tamanho ele não estava espigado e não tenho dúvidas que o facto de não o lavar todos os dias ajudou. Normalmente o problema é que não temos paciência para esperar que o corpo se regule a ele próprio, queremos ter efeitos imediatos. A regulação da produção de óleo não é imediata, é preciso tempo e consistência. Claro que no Verão, por exemplo, tenho de lavar o cabelo todos os dias se for à praia/piscina e acredito que o mesmo aconteça com quem pratica natação. Mas noto que nessa altura, mesmo usando produtos adequados, o meu cabelo não está tão saudável e acabo sempre por cortá-lo no fim do Verão.

shampoo.jpg

 Quero agora deixar algumas dicas que vos podem ajudar a evitar a oleosidade no couro cabeludo:

1. Usar um champô suave é importante, para evitar que o cabelo fique muito seco e produza mais óleo. Uma vez por semana pode-se usar um champô purificante, que retire o excesso de produtos e/ou sujidade que se acumulem no couro cabeludo.

2. Passar champô duas vezes é a dica mais importante! A primeira passagem de champô retira os produtos, etc, que se acumulam e a segunda passagem de champô é que vai realmente limpar o couro cabeludo. Por isso, coloca champô, massaja bem com os dedos e passa por água e depois repete o processo.

3. Não usar água muito quente no duche. A água quente dilata os poros, pelo que estes não só irão libertar mais óleo, como mais facilmente acumulam sujidade. Assim, o ideal será usar água morna durante o duche e terminar com um jacto de água quase fria, para ajudar a fechar os poros.

4. Secar as raízes do cabelo com o secador no frio é uma boa opção, já que irá ajudar a fechar os poros, para além de que o cabelo, estando húmido, acumula mais sujidade (tal como os poros), pelo que secar as raízes com o secador poderá ajudar a controlar a oleosidade.

5. É essencial evitar usar muitos produtos na raíz do cabelo, como mousses, sprays, lacas, etc, já que irão pesar mais no cabelo, fazendo-o ficar mais oleoso e perder volume.

6. Usar ganchos, molas, etc, para afastar o cabelo do rosto é uma boa opção, assim como evitar passar muitas vezes as mãos junto das raízes. Isto porque a pele transpira e produz oleosidade natural, podendo facilmente passá-la para o cabelo.

7. Evitar andar com o cabelo na toalha muito tempo é essencial, já que esta irá produzir calor no couro cabeludo, incitando a produção de oleosidade.

8. A alimentação é importante, pois quanto mais saudável for mais nutrientes o cabelo irá receber. Demasiada comida plástica aumenta a inflamação no organismo, o que leva ao aumento da produção de óleo pelas glândulas.

 

Ficam aqui as minhas dicas, que espero que vos ajudem! Como disse, estou a mostrar e explicar o meu ponto de vista. Se acharem que estou completamente errada e que o melhor para vocês é lavar o cabelo diariamente, façam-no! Não estou a tentar obrigar ninguém a fazer nada :) Nós somos todos diferentes e o que resulta para uns pode não resultar para outros!

Como não lavar o cabelo após o exercício | Blovember #9

plank.jpg

  Já várias vezes aqui discuti a importância de não lavar o cabelo todos os dias, por isso não me vou alongar sobre isso, mas arrepio-me quando leio "não faz mal lavar o cabelo todos os dias". No entanto, quando refiro que não lavo o cabelo todos os dias (embora tome banho todos os dias, só para esclarecer!), muitas leitoras me perguntam "Então e depois do exercício?!". Portanto imaginemos que lavaram ontem o cabelo e hoje fizeram exercício. Não querem lavar o cabelo porque não é dia de o fazer... qual é a solução? É o que venho hoje partilhar.

1. Antes da prática de exercício

 Antes de começares o exercício é bom prenderes o cabelo o mais longe possível do pescoço e do rosto, que são as zonas que ficam mais transpiradas. O ideal será fazeres um género de bun como o da imagem acima, mas podes também fazer apenas um rabo de cavalo alto se preferires, desde que seja no topo da cabeça. Isto irá fazer com que o suor não entre em contacto directo com o cabelo. Para impedir que esse suor seja absorvido podes mesmo usar uma fita de desporto, como as da Nike que podem ver aqui, (alguma vez te perguntaste para que serviam? ahah) que é colocada no início da linha do cabelo, assim, e absorve a transpiração. É importante que seja uma feita para a prática de desporto, pois essas é que estão preparadas para absorver a transpiração.

2. Depois da prática de exercício

 Quando acabares o exercício toma o teu duche regularmente mas não laves o cabelo. Podes colocar uma touca de banho se não quiseres que a humidade do banho deixe o cabelo frizado. Depois de te vestires, usa um champô seco em toda a raíz do cabelo (mostrei-vos como aplicar champô seco aqui), que irá absorver todo o suor e oleosidade que podem ter sido produzidos durante o exercício. O meu favorito é o da Klorane, aqui, que ainda dura bastante tempo visto que não é preciso usar muito produto. Depois de o champô seco estar aplicado espera-se 1 ou 2 min para que seja absorvido e de seguida penteia-se o cabelo normalmente. É provável que depois deste passo o cabelo ainda esteja húmido, por isso deves virar a cabeça para baixo e secar com o secador durante 2 ou 3 minutos, insistindo nas áreas húmidas. Isto irá secar o cabelo, melhorar a absorção do champô seco e dar imenso volume à raíz! E estás pronta a seguir com o teu dia!


Aconselho muito a experimentarem esta técnica, funciona muito bem e mantém o cabelo saudável!

Como prolongar a duração do batom?

 Uma das questões que recebo com mais frequência nos comentários é como fazer o batom durar, especialmente quando se usam cores mais fortes, como as agora muito em voga para o Outono. Assim, decidi fazer este post com um género de passo-a-passo que vos poderá ajudar a fazer o batom durar mais tempo nos lábios!

1. Mantém os lábios hidratados e esfoliados. É essencial aplicar bálsamo labial diariamente e fazer uma esfoliação aos lábios uma vez por semana, de forma a manter as peles secas afastadas. Para o esfoliante podes misturar uma colher de mel com açúcar (de preferência mascavado) e passar suavemente sobre os lábios.

2. Escolhe a fórmula correcta de batom. Habitualmente os mates e os stains são os que duram mais tempo nos lábios, pelo que devem ser as fórmulas preferidas.

3. Usa o lápis de lábios. É sempre bom ter um lipliner do tom dos teus lábios (para dar com qualquer batom) ou, se for um batom muito escuro, de uma cor semelhante ao mesmo. Não só esta etapa ajuda a criar uma linha mais perfeita em torno do lábio como, se preencheres o lábio na totalidade, conseguirás uma maior durabilidade.

4. Aplica o batom. Depois de aplicares o lipliner está na altura de aplicares o batom escolhido. Aplica uma camada generosa em todo o lábio.

5. Retira o excesso. Pega num lenço de papel (ou até papel higiénico eheh), dobra-o ao meio, coloca-o entre os lábios e aperta os lábios uns contra os outros. Isto vai remover o excesso de batom e "secar" um pouco o batom que aplicaste, o que fará com que dure mais tempo.

6. Reaplica o batom. Depois de teres uma camada mais sequinha devido ao passo anterior, que sabes que irá durar muito tempo, aplica agora uma segunda camada de batom, desta vez para recuperar o acabamento do batom e dar mais algum conforto aos lábios.

7. Finaliza com pó translúcido. Se quiseres que o batom dure mesmo o dia todo podes colocar uma fina camada de pó transparente por cima, como se faz com a base, para que se mantenha intacto.

 

Aqui estão as minhas dicas, espero que vos possam ajudar! Já tiveram alguma experiência "engraçada" com um batom de tom forte?

A Blogger

Cláudia, estudante de dia e blogger de noite! Bem-vinda(o) ao meu cantinho!

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pinterest

YouTube

Instagram

@claudiagusmao

Facebook