Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Moda e Beleza

by Cláudia Gusmão

Moda e Beleza

by Cláudia Gusmão

Especial em Forma #22 - O que é ser obeso?

Recentemente surgiu no Facebook do Blog uma pequena troca de ideias acerca da obesidade e notei que é uma questão que é necessário esclarecer, uma vez que pode haver muita gente a sofrer de obesidade sem ter noção disso. Muitas pessoas com obesidade continuam a encontrar roupa nas lojas de comércio normal (exemplos para nós: Bershka, Pull and Bear, Zara, etc) e conseguem levar uma vida normal, sem grandes restrições em termos de mobilidade. Calcula-se, por exemplo, que 49% dos Brasileiros e 52% dos Portugueses sejam obesos, o que nós não pensariamos de antemão.
No senso comum, quando pensamos em obesidade pensamos em pessoas com um excesso de peso gravíssimo (mais 40,50,100 quilos do que o que lhes seria recomendado), ou seja, associamos obesidade a pessoas muito gordas. No entanto, uma pessoa com 70kg pode sofrer de obesidade, dependendo da sua altura e estrutura óssea. Assim, é importante esclarecer o que é a obesidade.
A obesidade é um estado de saúde (doença) onde a reserva natural de gordura aumenta até ao ponto em que passa a estar associada a certos problemas de saúde ou ao aumento da taxa de mortalidade. Ser obeso não é, obrigatoriamente, ser muito gordo, mas sim ter uma reserva de gordura superior ao recomendado. Apesar de se tratar de uma condição clínica individual, é vista cada vez mais como um sério e crescente problema de saúde pública: o excesso de peso predispõe o organismo a uma série de doenças, em particular doença cardiovascular, diabetes tipo 2, apneia do sono e osteoartrite.
 
Como sei se sou obeso?
Para se saber em que estado a pessoa se encontra, recorre-se geralmente ao IMC ou à percentagem de gordura corporal. Segundo a tabela do IMC, uma pessoa com IMC acima de 30 é considerada obesa. Segundo a percentagem de gordura corporal, um homem com gordura corporal superior a 25% do seu peso total e uma mulher com gordura corporal superior a 30% do seu peso total são considerados obesos.
---> Através do IMC
Para calcular o IMC deve-se dividir o peso pelo quadrado da altura. Exemplo: Uma pessoa com 1,60m e 60kg tem um IMC de 23,44. Modo de calcular: 60/(1.6*1.6) = 60/2,56 = 23,4375.
Para terem uma ideia a partir de que peso, segundo o IMC, se é considerado obeso, fiz uma pequena tabela para diferentes alturas:
Como conseguem ver pela tabela acima, não é preciso ter um peso exorbitante para se ser considerado obeso, daí que é necessário termos em atenção ao que a palavra obeso realmente significa e não a atribuírmos apenas a pessoas com obesidade severa. Alguém ser obeso não é uma ofensa, é um estado de saúde, e é assim mesmo que deve ser encarado.
--> Através da medição da Gordura Corporal (IMG)
Os atletas e pessoas com elevada massa muscular apresentam um IMC mais elevado pela massa muscular, que é mais pesada que a massa gorda. Desta forma duas pessoas podem ter o mesmo IMC, mas uma quantidade diferente de gordura corporal. Daí que as tabelas mostradas acima não sejam válidas para atletas.
Médicos e cientistas em geral concordam que homens com mais de 25% de gordura e mulheres com mais de 30% de gordura são obesos. Porém, é difícil medir a gordura corporal com precisão, sendo o método mais utilizado o Teste da Dobra, onde um pedaço de pele do braço, abdómen ou perna (geralmente abdómen) é pinçado e medido para determinar a grossura da camada de gordura subcutânea. Muitas de vocês já devem ter feito este teste numa aula de Ed.Física, por exemplo. Por este teste ser mais complexo, o IMC é o método mais utilizado.
 
Porque é que sou obeso?
A obesidade pode dever-se, essencialmente, a:
- Estilo de vida: alimentação incorrecta e falta de exercício;
- Genética: polimorfismos em diversos genes que controlam apetite e metabolismo predispõem à obesidade, mas a condição requer a disponibilidade de calorias em quantidade suficiente para se desenvolver plenamente;
- Doença: determinadas doenças físicas e mentais e algumas substâncias farmacêuticas podem predispor à obesidade;
- Bactérias: bactérias que favorecem a digestão também poderiam fazer o corpo acumular quilos a mais, caso não estejam devidamente equilibradas.
 
Como tratar a obesidade?
O primeiro caminho a seguir para tratar a obesidade é seguir uma alimentação regrada e a prática de exercício físico regular. Em alguns casos podem ser fornecidos suplementos alimentares (nomedamente medicamentos) para favorrecer a perda de peso e em casos excepcionais de IMC superior a 40, onde os resultados esperados não foram conseguidos com a ajuda da alimentação, exercício e medicação, pode ser colocada uma banda gástrica.
O mais importante num caso de obesidade não é adoptar uma dieta para a pessoa ficar magra e esbelta, o mais importante é que a pessoa entre num peso saudável, que não seja prejudicial à sua saúde. Existem espalhados pelo mundo imensos casos de sucesso, alguns onde as pessoas ficaram com um corpo de sonho, outros onde as pessoas ficaram com o peso saudável, que é o mais importante.

A Blogger

Cláudia, estudante de dia e blogger de noite! Bem-vinda(o) ao meu cantinho!

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pinterest

YouTube

Instagram

@claudiagusmao

Facebook