Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Moda e Beleza

by Cláudia Gusmão

Moda e Beleza

by Cláudia Gusmão

COSMÉTICA | NATURAL VS ORGÂNICA VS VEGAN VS CRUELTY FREE, ETC

cosmetics

 No post de hoje gostaria de vos falar um pouco da designação/categoria/natureza dos vários cosméticos disponíveis no mercado, nomeadamente no que diz respeito aos produtos naturais, orgânicos, vegan, cruelty free, etc, já que sei que a diferença entre eles nem sempre é muito perceptível.

 

COSMÉTICOS DE ORIGEM NATURAL: são cosméticos cujos extratos que os compõem têm origem na natureza (plantas, extratos de origem animal, etc), não utilizando produtos fabricados em laboratório (sintéticos). Por exemplo, a molécula de vitamina C obtida a partir de uma laranja será quimicamente idêntica à molécula de vitamina C sintetizada em laboratório, mas a molécula obtida a partir da laranja é um ingrediente natural e a molécula obtida no laboratório é de origem sintética. A regulamentação em relação ao que é "natural" não é clara - pode-se produzir um produto com 1% de extratos naturais e dizer que "contém ingredientes naturais" ou "é de origem natural", etc - pelo que é preciso cuidado na hora de comprar. A prática de greenwashing por parte de algumas marcas é um grande problema, fazendo produtos passar por naturais e/ou ecológicos quando não são! A regra básica para identificar um produto natural é olhar para os ingredientes e saber o que todos eles são ou, pelo menos, conseguir ler todos eles. Nem sempre um produto ser natural significa que é "seguro", já que muitas pessoas são alérgicas a alguns extratos naturais - como é o caso dos óleos essenciais - e alguns ingredientes como o petróleo ou o álcool são naturais, mas muitas vezes evitados nos cosméticos.

 

COSMÉTICOS ORGÂNICOS/BIOLÓGICOS: os produtos orgânicos/biológicos são produtos cujos extratos provêm da agricultura biológica, não utilizando fertilizantes, pesticidas ou OGM e recorrendo a meios agrícolas sustentáveis, que respeitam o meio ambiente e a biodiversidade. Um produto pode ser natural e não ser orgânico/biológico ou ser, por exemplo, 100% natural e 70% orgânico/biológico.

 

COSMÉTICOS VEGAN: um produto vegan (ou vegano) é um produto que não utiliza ingredientes de origem animal e que não é testado em animais. Estes produtos não têm que pertencer à categoria de "natural" ou "sintético", simplesmente não podem utilizar ingredientes derivados de animais nem testar os produtos finais ou os ingredientes que o compõem em animais. Muitas vezes existe a ideia que um produto por ser natural é vegan ou que por ser vegan é natural, o que nem sempre é o caso. Por exemplo, um produto 100% natural que contenha mel não é vegan e um produto totalmente sintético que não tenha ingredientes de origem animal nem seja testado em animais é vegan.

 

COSMÉTICOS CRUELTY FREE: são cosméticos que não são testados em animais (nem o produto final nem os ingredientes presentes) nem vendidos em territórios que obriguem à realização de testes em animais. Na União Europeia os testes em animais (seja do produto final ou dos ingredientes) são proibidos, mas para uma marca vender os seus produtos na China (onde os testes de cosméticos em animais são obrigatórios) tem que autorizar que sejam realizados testes dos produtos em animais no território Chinês. Essas marcas não são consideradas cruelty free, porque permitem que os seus produtos sejam testados noutros territórios, mesmo não sendo as próprias a conduzir os testes. Os produtos cruelty free podem pertencer a qualquer categoria (naturais, orgânicos, sintéticos, etc). Algumas certificações a procurar são a PETA ou a Leaping Bunny, por exemplo, embora esta certificação não seja obrigatória (algumas marcas são cruelty free mas não pedem a certificação).

 

COSMÉTICOS SINTÉTICOS/CONVENCIONAIS: são cosméticos compostos por ingredientes sintéticos ou por uma mistura de ingredientes sintéticos e naturais. Embora exista a ideia de que os cosméticos sintéticos são, muitas vezes, tóxicos ou perigosos para a saúde, a verdade é que tudo depende da composição do produto. Há produtos convencionais que são perfeitamente seguros e que aportam menos risco de irritação do que alguns cosméticos naturais, tal como há outros que são bastante tóxicos, tanto para nós como para o meio ambiente.

 

COSMÉTICOS ECOLÓGICOS: são cosméticos produzidos de forma a não afetar negativamente o meio ambiente, com recurso a meios de produção sustentáveis e ingredientes obtidos a partir de recursos renováveis. Habitualmente estes cosméticos são de origem natural e com % elevada de ingredientes orgânicos/biológicos, além de as suas embalagens serem feitas a partir de ingredientes reciclados, sejam totalmente recicláveis ou não tenham embalagem. Muitos destes produtos têm também a certificação FairTrade

 

 Algumas certificações que ajudam a confirmar se os produtos são naturais, orgânicos/biológicos e/ou ecológicos são a Soil Association, a BDIH e a ECOCERT. Cada certificação tem requerimentos específicos, pelo que podem consultar cada uma delas e ver qual(ais) a(s) que mais se identifica(m) com o que pretendem e escolher produtos com base nessa certificação, por exemplo. Muitos cosméticos estão enquadrados em várias categorias ao mesmo tempo, como penso que é perceptível. Um produto pode ser natural, orgânico, vegan e ecológico ao mesmo tempo, por exemplo.

 Todos somos livres de escolher os produtos e marcas que acharmos mais adequados às nossas necessidades e crenças pessoais, mas todos devemos estar informados sobre o que compramos e como analisar se estamos realmente a comprar o que pensamos. Um consumidor informado é um consumidor livre de fazer a sua escolha em consciência.

Limpeza Ecológica, qual a sua importância?

Os produtos de limpeza convencionais há muito estão relacionados com problemas ambientais. O acumular de substâncias nos rios, lagos e praias que recebem esgotos pode prejudicar a vida das plantas e animais que vivem nestes locais. Os fosfatos favorecem a multiplicação de algas vermelhas, que em excesso, prejudicam a oxigenação da água. Outros produtos à base de cloro e metais pesados podem infiltrar-se nas águas subterrâneas e contaminar toda a rede de água. Algumas substâncias derivadas do cloro , além de cancerígenas, têm a capacidade de se acumular na cadeia alimentar prejudicando a fauna e podendo intoxicar os seres humanos.
Posto isto, penso ser necessário procurar alternativas a estes produtos! Assim surgem os produtos de limpeza ecológicos. Estes produtos são livre de químicos tóxicos, fragrância artificial, coloração artificial, petroquímicos, glicois, DEA, MEA, TEA, sulfatos, etc, não contêm OGM, não são testados em animais e são biodegradáveis. Não é preciso muito para perceber que são uma melhor opção, para quem tem crianças, para quem tem animais ou simplesmente para quem se preocupa com o ambiente e a sua saúde no geral. Está provado que mata E-coli, Listeria e Salmonella, algumas bactérias responsáveis por infecções em humanos e animais. Não têm impacto nos cursos de água, sendo seguros para os peixes.
Gradualmente temos vindo a substituir os produtos de limpeza cá em casa por produtos ecológicos, que mostram desempenhar as suas funções perfeitamente sem serem tão agressivos. Sem dúvida que a troca compensa, mesmo que estes produtos sejam um bocadinho mais caros. Eu compro estes produtos na EcoEscolhas (os da imagem são apenas alguns dos que temos cá em casa). Não os recebi gratuitamente e sei que não se encaixam bem no tema do blog, mas acho que todos temos de contribuir um pouco para o ambiente, pelo que tinha de passar a mensagem :)

A Blogger

Cláudia, estudante de dia e blogger de noite! Bem-vinda(o) ao meu cantinho!

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pinterest

YouTube

Instagram

@claudiagusmao

Facebook

Lojas Online

SweetCare® - Saúde, Beleza e Cosmética