Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Moda e Beleza

by Cláudia Gusmão since 2006

Moda e Beleza

by Cláudia Gusmão since 2006

OS TEUS HÁBITOS DE MAQUILHAGEM ESTÃO A ARRUINAR A TUA PELE?

makeupbag.jpg

  Muitas vezes desesperamos para cuidar da nossa pele, tentamos um novo creme, mudamos a alimentação e até investimos em tratamentos de instituto, mas parece que nada melhora. A verdade é que muitas vezes o problema pode estar na maquilhagem que usamos diariamente - não só nos próprios produtos, como nos nossos hábitos. O que devemos fazer?

  • Lavar os pincéis semanalmente. Os pincéis são uma fonte enorme de bactérias, que proliferam quando deixamos um pincel com restos de produto exposto ao ar e, por isso, semanalmente devemos lavar os pincéis com um champô suave. As esponjas dos produtos compactos - que tocam em produto, tocam nas nossas mãos, muitas vezes tocam na pele quando fazemos retoques - devem ser lavadas semanalmente ou, até, duas vezes por semana. Já as esponjas tipo Beauty Blender devem, idealmente, ser lavadas após cada utilização. As esponjas também devem ser renovadas, no máximo, a cada 6 meses.
  • Escolher produtos não-comedogénicos. Os produtos não-comedogénicos oferecem mais garantias de não obstruirem os poros e, portanto, são mais seguros não só para as peles acneicas, como para prevenir outros problemas de pele como a dermatite perioral, que está relacionada com disfunções da barreira epidérmica e alterações da microflora cutânea. 
  • Cuidado com o álcool e a fragrância. A maioria dos produtos disponíveis no mercado contêm fragrância e é também muito comum as bases - sobretudo as indicadas para pele oleosa - terem álcool na composição. Quando estes ingredientes estão muito acima na lista de ingredientes, podem causar envelhecimento, secura e sensibilidade cutânea a longo prazo, mesmo em quem não tem pele sensível.
  • E a saliva? Quando pensamos em maquilhagem raramente a associamos a saliva. No entanto, quem tem por hábito soprar para os pincéis ou molhar um cotonete em saliva para limpar um pequeno erro corre o risco de criar problemas de pele derivado das espécies presentes na saliva.
  • Cuidado com as alterações de temperatura e humidade. Guardar a maquilhagem no WC pode não ser a melhor ideia, já que a elevada humidade que se cria durante os duches altera as propriedades dos produtos e pode levar à proliferação de bactérias. Deixar a maquilhagem ao sol - dentro do carro ou no parapeito de uma janela, por exemplo - também é um erro, que leva a alterações nos produtos, com consequências imprevisíveis.
  • Verificar a validade dos produtos. Nos produtos cosméticos encontramos o símbolo da validade, que nos indica quanto tempo temos para usar o produto depois de o abrir - por exemplo 6M (6 meses). Sobretudo com os produtos líquidos - como primers, bases e corretores - e os produtos de olhos - como lápis ou máscara - é importante seguir estes prazos à risca. Também é essencial ter em atenção a alteração de cheiro ou consistência do produto, já que se mudar pode significar que já não está em condições.
  • Não emprestar nem pedir emprestado. Os produtos cosméticos que utilizamos no rosto devem ser apenas para uso pessoal, já que várias condições de pele ou problemas oculares podem ser transmitidos ao partilhar este tipo de produtos.
  • Revisitar a carteira com frequência. Todas nós trazemos alguns produtos connosco na carteira diariamente e é importante verificar que esses produtos ainda se encontram em bom estado, se estão limpos, etc. O ideal é ter uma pequena bolsinha para guardar estes produtos separados dos restantes objetos que trazemos na carteira - e que podem transportar germes.
  • Atenção às alergias. Por vezes a pele tem especial sensibilidade a determinados ingredientes presentes na maquilhagem, que podem causar irritação ou até acne. É importante avaliar a nossa pele com frequência e analisar se existe alguma nova condição que possa ser causada por algum produto. Aqui vai ser diferente para todos, pelo que apenas pelo método de teste e exclusão podemos analisar o que despoleta reações na pele.

DICAS & INSPIRAÇÃO | DECORAÇÃO DE OUTONO

 Agora que as temperaturas começaram oficialmente a baixar, está na altura de dar um toque mais Outonal à casa, deixando-a mais confortável e apelativa para os meses frios, o que podemos fazer com apenas pequenos detalhes!

falldecor3.jpg

1. Adicionar textura. Adicionando umas mantas a sofás e camas, bem como algumas almofadas com texturas mais quentes e confortáveis - como o pêlo, a lã ou a malha - adicionamos conforto sem uma alteração drástica da decoração. Trocar as cortinas mais leves por umas opacas pode também ser uma boa opção para isolar melhor o frio!

falldecor2.jpg

2. Brincar com as cores. Na época Outonal os tons tornam-se mais quentes e carregados. Numa decoração mais neutra é fácil brincar com as cores, adicionando pequenos pormenores em tons de mustarda, esmeralda, índigo ou bordeaux, por exemplo, que tornam o espaço mais acolhedor e adequado à estação.

falldecor1.jpg

3.  Criar uma estação de bebidas quentes. Os meses frios naturalmente pedem por bebidas mais quentes, como chás, cafés e chocolates quentes. E que tal criar um pequeno espaço em casa para uma estação de bebidas quentes, com chaleira, cafeteira, enfim? Nhami!

falldecor4.jpg

4. Cheiros & Entretenimento. Os meses frios são a minha altura favorita para acender as velas e estar confortável com uma revista ou um livro. Não só todos eles servem como decoração, como também trazem conforto e entretenimento. Em termos de velas e difusores de fragrância, os da Zara Home são os meus favoritos, nomeadamente nas fragrâncias Ginger Lily e Soft Cashmere.

 

Com pequenos pormenores podemos tornar a casa muito mais confortável :) O que costumam fazer nesta altura? Todas as imagens estão disponíveis no meu Pinterest!

REGRAS PARA ENVELHECER EM BELEZA

envelhecerbempic.png

 A ideia de envelhecer é, para muitas de nós, assustadora. No entanto, é também um bom sinal, certo? E por que não aproveitar a viagem e seguir alguns "mandamentos" para envelhecer em beleza? 

 

1. Alimentação saudável e suplementação. A pele tem um memória incrível e tudo o que fazemos reflete-se uns anos mais tarde. Os alimentos fritos ou muito ricos em açúcar e hidratos de carbono simples e as bebidas alcoólicas aumentam a glicação das células, o que destrói o colagénio e elastina e leva à perda de firmeza da pele e formação de rugas a longo prazo. A par de uma alimentação saudável, suplementos alimentares como o Ómega 3 e a Biotina ajudam a fortalecer a pele e o cabelo.

 

2. Cuidado com as dietas. Cada vez que o peso se altera, a pele relaxa. A partir dos 35/40 anos a pele já não é suficientemente elástica para recuperar deste relaxamento, pelo que as pessoas que não conseguem estabilizar o seu peso ou perdem peso muito rapidamente ficam com mais rugas e flacidez.

 

3. Mexer é essencial. Praticar desporto é importante não só para a forma, mas também para a pele, pois permite uma melhor oxigenação celular. As melhores atividades para envelhecer em beleza são o ioga (onde se treina a respiração, essencial para reoxigenar células e tecidos, mas também para manter a pele firme), as caminhadas e a elíptica durante, pelo menos, 40 minutos três vezes por semana. Passeios de bicicleta em zonas com pouca poluição também são uma boa opção. Correr, especialmente em pavimentos duros, não é o melhor, já que aumenta a flacidez facial.

 

4. Tabaco, não! O tabaco está impregnado de radicais livres, que não só aumentam o risco de cancro como aceleram o envelhecimento. Já para não falar nas rugas "código de barras" no lábio superior, típicas dos fumadores!

 

5. Dormir numa almofada de cetim ou seda. Dormir de costas seria o ideal, já que não causariamos qualquer pressão sobre o rosto, mas como tal nem sempre é possível, as fronhas de seda são uma boa opção. As almofadas de algodão, devido ao atrito criado para com a pele, imprimem traços no rosto, que ao longo do tempo se tornam permanentes. Muitas vezes é possível saber para que lado a pessoa dorme com base no envelhecimento da pele. 

envelhecimentoembeleza1.png

1. Melascreen Creme FPS 50+ (13,60€ aqui); 2. NeoStrata Matrix Support FPS 30 (43,64€ aqui); 3. Pixi Glow Tonic (11,95€ aqui); 4. Lierac Tonique Éclat (17,97€ aqui); 5. La Roche-Posay Redermic R (28,17€ aqui); SkinCeuticals Retinol 0.3 (78,22€ aqui)

 

6. Protetor solar todos os dias. Os raios solares são responsáveis por 97% dos sinais de envelhecimento, como rugas, manchas de idade, espessamento da pele, etc. Utilizar diariamente um protetor solar de fator 30 a 50 é essencial! Pode não parecer, mas os raios solares que nos atingem ao longo do ano são o equivalente a 4 semanas de férias nas Maldivas sem proteção solar e, portanto, também deixam as suas marcas! Quem não gosta de usar produtos em separado pode procurar usar um hidratante com SPF. Os óculos de sol de boa qualidade também são fundamentais para proteger a zona ocular.

 

7. Retinol, o melhor amigo. O retinol estimula a produção de colagénio e elastina e ajuda na remoção de radicais livres, ao regular o funcionamento celular. Assim, é o melhor aliado para evitar rugas, manchas e flacidez. Um bom creme de noite com retinol é o melhor investimento, a par de um protetor solar. Uma vez que é sensível à luz, os tratamentos concentrados de retinol devem ser apenas aplicado à noite. Um creme de tretinoína é mais económico e potente, mas precisa de uma visita a um dermatologista ou médico de família para ser receitado.

 

8. Os ácidos são bons companheiros. Com o passar do tempo, a perda de firmeza da pele leva ao aumento da aparência dos poros, bem como à acumulação de células mortas e perda de luminosidade, associada ao aparecimento de manchas. A utilização de produtos com ácido glicólico ou láctico fazem milagres pela textura, luminosidade e uniformidade da pele. A forma mais fácil é introduzir um tónico esfoliante pela manhã, seguido de hidratação e proteção solar.

envelhecerembeleza2.png

7. La Roche-Posay Toleriane Ultra Nuit (20,89€ aqui); 8. Clinique Moisture Surge Gel-Creme (16,32€ aqui); 9. SkinCeuticals Hydrating B5 Gel (54,55€ aqui); 10. Clarins HydraQuench Cream-Mask (24€ aqui); 11. La Roche-Posay Lipikar Baume AP+ (25,44€ aqui); Filorga Detox Body Treatment (36,36€ aqui)

 

9. Hidratar, hidratar, hidratar. Uma pele desidratada tem uma aparência mais envelhecida, também porque as linhas de desidratação estão mais acentuadas. Utilizar diariamente um produto hidratante com ingredientes humectantes (como glicerina, ácido hialurónico, aloe vera, etc) e emolientes (ceramidas, ácidos gordos, etc) é fundamental. As peles mais secas podem benificiar da aplicação de duas camadas de creme - aplicando a primeira, esperando 5/10 minutos e aplicando posteriormente a segunda - já que habitualmente a primeira camada é muito rapidamente absorvida pelas peles secas e não cria uma barreira protetora. As máscaras hidratantes também são boas aliadas, tal como os séruns hidratantes.

 

10. Os cuidados estendem-se ao corpo. Os mesmos cuidados que utilizamos para o rosto podem ser prolongados para o corpo - e tudo o que aplicamos no rosto devemos aplicar também no pescoço e decote. Manter a pele hidratada e protegida do sol é o passo mais importante, mas se existirem problemas instalados como manchas, rugas, pele flácida, etc, produtos de corpo ricos em ácido glicólico ou retinol podem ser uma grande ajuda.

 

11. As mãos denunciam a idade. Quantas vezes não vemos pessoas com uma pele do rosto linda, mas as mãos envelhecidas? As mãos estão tão expostas aos fatores de envelhecimento como o rosto, por vezes até mais devido às lavagens excessivas. É fundamental investir num creme diário com SPF, que as mantém hidratadas e protegidas! 2 a 3 noites por semana também se pode aplicar o mesmo tratamento de retinol utilizado no rosto. Obviamente, manter as unhas arranjadas ajuda a uma aparência mais jovem!

envelhecerembeleza3.png

13. Ducray Melascreen Mãos FPS 50+ (19,98€ aqui); 14. Neutrogena Visibly Renew Hand Cream SPF 20 (6,36€ aqui); 15. Kérastase Bain Densité (23,21€ aqui); 16. L'Oréal Professionnel Silver Shampoo (11,95€ aqui); 17. Kérastase Elixir Ultime Oil (39,45€ aqui); 18. Estée Lauder Double Wear Light (38,97€ aqui)

 

12. O cabelo também importa! Com a idade o cabelo perde densidade e torna-se mais áspero. Assim, investir em cuidados densificantes e hidratantes é fundamental. Com o aparecimento de cabelos brancos, pode ser uma boa ideia fazer coloração semelhante ao nosso tom natural. Quando todo o cabelo se torna branco/cinza é importante utilizar um champô para evitar o amarelecimento dos fios. Já para manter a saúde das pontas, o melhor é investir num óleo hidratante.

 

13. Descontrair o rosto. Por vezes, mesmo sem notarmos, temos uma expressão pesada que cria rugas profundas com o passar do tempo. Devemos tentar descontrair o rosto sempre que nos lembrarmos e fazer umas massagens faciais de vez em quando.

 

14. Cuidar da visão regularmente. Não é apenas utilizando óculos de sol que protegemos a zona ocular. Quando temos problemas de visão piscamos e cerramos mais os olhos, tentando focar a imagem. Pode não parecer, mas causa imensas rugas - é o mesmo do "código de barras" no lábio superior dos fumadores. Assim, fazer check-ups visuais com frequência e utilizar sempre os óculos graduados é fundamental!

 

15. Maquilhagem com qualidade. A maquilhagem faz parte do dia-a-dia da maioria das mulheres. No entanto, os produtos errados podem causar sensibilidade e irritação na pele, bem como envelhecimento a longo prazo. Os produtos com muito álcool SD e fragrância, por exemplo, devem ser evitados. Qualidade nem sempre significa preço elevado, é essencial aprender a ler as listas de ingredientes. A remoção da maquilhagem todas as noites é tão importante quanto a escolha da maquilhagem.

 

Os produtos apresentados neste post são apenas algumas sugestões, existe muito mais variedade no mercado.

MÍLIA: COMO TRATAR

miliapic.png

  Não, mília não é acne. Mais de 50% dos bebés apresentam casos de mília e ela é também bastante comum em adultos de todas as etnias e idades. A mília nos adultos é mais comum na zona ocular e na zona superior da bochecha, mas pode estender-se a outras zonas do rosto. Existe uma predisposição genética para o desenvolvimento de mília, mas ela também pode estar relacionada com o uso de cremes muito gordos em zonas mais finas da pele (ex: contorno ocular), por exemplo. 

 A mília é, resumidamente, a acumulação de queratina por baixo da epiderme em mini quistos, que se parecem com pequenas borbulhinhas brancas ou amareladas. E não, não conseguimos espremer. Mas então como nos podemos livrar dela?

 A melhor forma de tratar a mília é removê-la num dermatologista ou esteticista profissional - por favor nunca tentem remover sozinhas em casa, pode correr muito mal! Mas também existem formas de diminuir a sua aparência e evitar o (re)aparecimento em casa:

1. Limpar bem a pele. É essencial manter a pele limpa e, sobretudo, remover bem a maquilhagem, mas não se devem usar produtos demasiado agressivos. O ideal é escolher um produto de limpeza indicado para peles sensíveis;

2. Bem-haja ácido glicólico! A esfoliação regular é importante para manter a mília sob controlo, no entanto os esfoliantes físicos podem agravar o problema. A melhor forma é esfoliar com ácidos - esfoliação química - e o que até agora mostrou melhores resultados na mília foi o ácido glicólico, que podem encontrar num tónico como este ou este, mas deve-se ter especial cuidado com o contorno dos olhos;

3. Hidratar, hidratar. Manter a pele hidratada é fundamental para a sua saúde, mas quem tem tendência a mília deve evitar cremes com óleo mineral (mineral oil) ou lanolina, apostando em ingredientes humectantes como o ácido hialurónico e a glicerina (aplica-se tanto para cremes de rosto como de olhos);

4. Proteger, sempre! A radiação ultravioleta pode agravar os estados de irritação da pele e, consequentemente, agravar a mília. Assim, utilizar diariamente FPS 30 a 50 é fundamental;

5. Retinol/tretinoína. Os produtos com retinol/tretinoína (ler mais aqui) ajudam a normalizar a função celular e a renovação da pele, pelo que ajudam a diminuir o aparecimendo de mília quando aplicados regularmente à noite.

 Ainda que estejam a pensar remover a mília de forma profissional, adoptar estes comportamentos uns meses antes pode ajudar a diminuir a quantidade e o tamanho dos quistos, facilitando o tratamento!

CABELO: TRAVAR A QUEDA SAZONAL

quedasazonal.png

 A queda sazonal é uma realidade para quase todos. Chega o Outono e dá-se o eflúvio sazonal, devido ao aumento da entrada em repouso de mais cabelos que o normal - provocado pelo aumento da incidência solar e da temperatura nos meses de Verão. Apesar de esta queda ser temporária e habitualmente não muito significativa, a verdade é que pode causar alterações na densidade capilar, sobretudo em pessoas cuja densidade já é relativamente mais baixa.

 Assim, há alguns cuidados e comportamentos que se podem adoptar por forma a diminuir a queda e fortificar o cabelo nesta altura, favorecendo o crescimento capilar:

1. Evitar a água muito quente. A água muito quente irrita o couro cabeludo e leva ao aumento da produção de óleo e da queda. É essencial criar o hábito de lavar o cabelo com água morna e, preferencialmente, terminar com um jacto de água fria, que estimula a circulação e favorece o aporte de nutrientes ao bolbo.

2. Secador responsável. Se sair com o cabelo molhado durante os meses frios é perigoso não só para as constipações mas também para a própria fibra capilar - a água presente no cabelo congela e leva à quebra do mesmo, além de favorecer a adesão de partículas de sujidade à raíz - o uso do secador também deve ser cuidadoso. Devemos tentar sempre usar uma temperatura média e manter o secador a uma distância de segurança, por forma a que não queime o couro cabeludo e leve à desidratação dos fios.

3. Cuidado com os acessórios. Numa época em que o cabelo já está fragilizado é essencial ter cuidado com os acessórios que usamos diariamente, como os gorros e os chapéus. Se usados em excesso e sem repouso, podem "abafar" o couro cabeludo, levando ao aumento da oleosidade, fungos, bactérias, etc. Também os elásticos, sobretudo os que têm componentes metálicos, podem aumentar a quebra capilar, sendo preferível utilizar elásticos de tecido ou invisibobbles.

4. Delicadeza precisa-se. É importante redobrar os cuidados nesta altura, como não esfregar a toalha - absorver o excesso de água com pequenos toques -, usar um cuidado desembaraçante (como este) para ajudar a retirar os nós e evitar utilizar produtos em excesso, que deixam o cabelo pesado. Usar o cabelo preso com frequência também não é boa ideia, já que faz muita pressão sobre as raízes.

5. Utilizar os produtos certos. Para ajudar a aliviar a queda capilar é importante durante 3 a 6 meses recorrer ao uso de champôs densificantes, como este, este ou este, que ajudam a nutrir o fio enquanto estimulam a microcirculação e garantem o fornecimento de nutrientes ao bolbo, além de o protegerem com antioxidantes. Em casos de queda mais acentuada pode também recorrer-se a ampôlas (como estas) ou séruns densificantes (como este, este ou este). Os produtos mais agressivos devem ficar de parte tanto quanto possível.

6. Suplementação quando necessário. Uma vida saudável, composta por uma alimentação regrada, horas de sono, prática de exercício, etc, tem um papel fundamental na manutenção de um cabelo saudável. No entanto, até mesmo as pessoas mais saudáveis podem precisar de uma suplementação nesta altura do ano, que reponha os nutrientes mais essenciais ao cabelo, como os aminoácidos, flavonoides e antioxidantes, por exemplo. O Viviscal (pack de 3 meses aqui) é o suplemento mais conhecido e eficaz a este nível, mas optar pela junção de um multivitamínico (como este) a um suplemento de biotina (como este ou este), essencial ao crescimento do cabelo, também ajuda. Qualquer suplemento deve ser tomado durante, pelo menos, 3 meses.

Espero que estas dicas sejam úteis, se tiverem mais por favor partilhem :)

COMO CRIAR A ROTINA DE PELE IDEAL?

Acredito que quando tentaram pela primeira vez criar uma rotina de pele adequada às vossas necessidades sentiram alguma dificuldade... que produtos escolher? Quais as minhas necessidades? Espero com o vídeo de hoje dar uma ajuda :)

Nota: este fim-de-semana todas as encomendas têm envio grátis com o código SKINportesGRATIS17ss, aproveitem: http://tinyurl.com/skinmodabeleza 

POSTS RECOMENDADOS:
*Proteção Solar: https://tinyurl.com/y7256cb4 
*Tónicos: https://tinyurl.com/ydb8vlfc 
*Creme de Olhos: https://tinyurl.com/yd3e9thq 

 

PRODUTOS RECOMENDADOS:
1. Produto de Limpeza
https://tinyurl.com/yczuocwf 

https://tinyurl.com/yd4fpbcv 
https://tinyurl.com/ydfrasvj 
https://tinyurl.com/yd2ryssc 
https://tinyurl.com/yc7yjsrh 
https://tinyurl.com/ya3d9b6b 
https://tinyurl.com/y78znwf8 
https://tinyurl.com/y7rvbs6y 
2. Desmaquilhante
https://tinyurl.com/y7xyoq6f 
https://tinyurl.com/ydhrqjnz 
https://tinyurl.com/y8g97cut 
https://tinyurl.com/yaqmvcqg 
https://tinyurl.com/ydf57dvr 
https://tinyurl.com/ycb5zgcl 
3. Creme Hidratante
https://tinyurl.com/y9utsjk8 

https://tinyurl.com/y8eesedk 
https://tinyurl.com/y7knez3q 
https://tinyurl.com/yc3rpnun 
https://tinyurl.com/ydc5ao4b 
https://tinyurl.com/y9drlufs 
https://tinyurl.com/ycdbkofx 
https://tinyurl.com/ksd9v37 
https://tinyurl.com/y8dcalzt 
https://tinyurl.com/ybdnx4l7 
4. Protetor Solar
https://tinyurl.com/y7256cb4 
5. Tónico
https://tinyurl.com/ydb8vlfc 
6. Sérum
https://tinyurl.com/ych6uzgc 
7. Máscara
*Detox/Purificante
https://tinyurl.com/y8mg95or 
https://tinyurl.com/ybcwf8wy 
https://tinyurl.com/yarg5nr3 
*Hidratante
https://tinyurl.com/yccfhqk9 
https://tinyurl.com/yd7ekrxu 
https://tinyurl.com/yc8enfgn 
https://tinyurl.com/yb3n3nnp 
*Esfoliante
https://tinyurl.com/y9v89bpz 
https://tinyurl.com/yboglt82 
https://tinyurl.com/y947r4sw 
*Anti-Idade
https://tinyurl.com/y8jphjf8 
https://tinyurl.com/yc2o4hrp 
*Olhos
https://tinyurl.com/y7aslujs 
https://tinyurl.com/yc9cdox9 

 

ENCONTREM A VOSSA ROTINA PREENCHENDO A TABELA:

tabelarotinapele.png

COMO CONSTRUIR O ROUPEIRO IDEAL A LONGO PRAZO

roupeiroidealpic.jpg

 Qualquer mulher sonha em ter um roupeiro repleto das roupas que mais adora e que a fazem sentir fantástica, mas também acontece com frequência o roupeiro estar cheio de peças que já não servem, das quais já não gostamos, etc, e que muitas vezes escondem as peças que realmente adoramos e nos favorecem. Já falámos por aqui várias vezes de como fazer uma boa limpeza ao armário, eliminando as peças que não nos fazem falta. Mas como se impede que tal volte a acontecer? Como se garante que as compras que fazemos em diante vão encaixar no nosso roupeiro de sonho? Aqui deixo umas dicas que me ajudam bastante!

QUALIDADE VS QUANTIDADE

  • Investe em básicos de qualidade. Eles são a base de todo o roupeiro e as peças que usamos com mais frequência, além de as podermos manter durante muitos anos. Assim, é essencial que sejam de boa qualidade.
  • Analisa a qualidade do tecido. É importante que o tecido tenha durabilidade e assente bem no corpo.
  • Analisa a qualidade da costura. Tal como é importante o tecido ter qualidade, também é importante que esteja bem cortado e tenha boas costuras, pois tudo isso irá contribuir para o corte da peça e para a durabilidade da mesma.
  • Aparência vs Tamanho. O tamanho escrito na etiqueta é apenas um guia. Devemos comprar a peça que nos serve bem e não a peça que tem o tamanho que "gostamos". Por vezes pode ser preciso aumentar ou diminuir um tamanho para que a peça vista bem e isso não tem qualquer problema.

ESTILO PESSOAL

  • Conhece o teu estilo e sê fiel a ele. Embora eu apoie que se experimentem novas tendências e peças, a verdade é que na maioria das vezes tudo é passageiro e podemos nem nos sentir confortáveis com determinada novidade. Apostar nas peças que gostamos, que sabemos que usamos e que são intemporais é sempre uma mais valia. Ao investir numa tendência devemos evitar comprar muitas peças ou investir demasiado dinheiro, pois se não funcionar podemos mais facilmente passar à frente.
  • Investe em algumas peças chave. Ter básicos de boa qualidade é fundamental, mas termos algumas peças chave no roupeiro - que dão vida aos looks - pode ajudar muito a evitar sentirmos que o roupeiro é demasiado monótono e termos vontade de comprar novas peças.
  • Paleta de cores consistente. Para que possamos criar o maior número possível de looks com menos peças, a paleta de cores deve ser maioritariamente neutra com algumas cores mais chamativas para salpicar.
  • Compra para hoje, não para "qualquer dia". Não adianta comprarmos peças para vestir um dia, para uma ocasião que possa surgir, enfim! Devemos comprar para hoje e para as ocasiões que sabemos existirem. Poupamos peças penduradas no roupeiro ainda com etiqueta durante meses ou anos!

 ORGANIZAÇÃO

  • Mantém a ordem no roupeiro. É importante manter o roupeiro limpo, as roupas devidamente dobradas/penduras e com espaço. Tenta tirar algo velho do roupeiro sempre que comprares algo novo, para que não encha demasiado. Limpa os móveis com frequência e utiliza anti-traças - que hoje em dia não cheiram nada mal - para manter a roupa impecável.
  • Dá uma volta de vez em quando. No início de cada estação dá uma vista de olhos no roupeiro, vê as peças que não foram usadas, que já não servem, enfim, e tira-as do roupeiro. Doar ou vender é uma escolha pessoal!
  • Cuida da roupa. Para que a roupa dure muito tempo e se mantenha impecável é importante lavar a roupa com cuidado, utilizando bom detergente, um programa gentil, lavar e secar do avesso e respeitar qualquer regra específica de limpeza (limpeza a seco, máximo 30º, lavagem à mão, etc). Pessoalmente, quando lavo a roupa na máquina prefiro lavar sempre no ciclo delicado e a frio, pois noto que a roupa não encolhe e mantém-se bonita por mais tempo.
  • Analisa as peças que já não funcionam. Quando decidires que uma peça já não pertence no teu roupeiro, tenta analisar porquê: Não gostas do corte? O tecido irritava a pele? A peça não tinha qualidade? Saber o que funciona ou não para nós evita que o erro seja repetido no futuro!

 

Espero que este post vos dê uma ajuda, se tiverem mais dicas por favor partilhem :)

INSPIRAÇÃO | COMBINAR BIJUTERIA

 Como já devem ter dado conta, sou fã de bijuteria delicada. Gosto do toque simples e elegante que transmite. Uma das grandes vantagens das bijus mais delicadas é que podemos usá-las sozinhas ou combinar várias, para um look mais elaborado. Sei, no entanto, que combinar bijuteria é um medo de muita gente - ninguém quer parecer uma árvore de Natal - por isso decidi trazer algumas imagens de inspiração!

ac3.jpg

ac4.jpg

ac1.jpg

ac5.jpg

ac2.jpg

  As minhas lojas favoritas para comprar bijuteria delicada a preços acessíveis são a Parfois, a H&M, a Bershka e a Asos. Se tiverem um pouco mais dinheiro para investir, nas ourivesarias também encontram peças delicadas que vos vão durar uma vida! Caso optem pela bijuteria acessível eu recomendo passarem uma camada de verniz transparente - sobretudo nos anéis - antes de usarem para que não oxidem tão rápido! E não se esqueçam que um bom relógio é sempre um excelente investimento!

Guardar

Guardar

Guardar

MODA | AUMENTA A TUA CONFIANÇA

styleconfidence.jpg

  Uma questão que recebo com bastante frequência aqui no blog é como ter mais confiança para experimentar novas tendências, como renovar o nosso estilo sem deixarmos de nos sentir confortáveis. A verdade é que por vezes ficamos limitadas à nossa zona de conforto e não temos coragem para experimentar coisas novas, mas espero que estas dicas possam dar uma ajuda!

1. Melhora o teu estilo, agora! Por vezes ficamos à espera de perder peso, que estação mude ou qualquer outra coisa para cuidarmos mais do nosso estilo e experimentarmos coisas novas. Não vale a pena, o momento nunca vai ser perfeito e podemos começar já! Devemos vestir aquilo que realmente queremos vestir e não uma versão inferior disso mesmo.

2. Não penses só no que "fica bem". Embora concorde que podemos favorecer o nosso corpo se soubermos o que nos fica melhor, a verdade é que não há regras para o que podemos ou não vestir. Mesmo que uma peça não me favoreça a 100%, se eu gostar dela e me sentir bem com ela, é tudo o que me interessa!

3. Cria o teu próprio estilo. Procurar inspiração é fantástico, mas não devemos copiar alguém na íntegra, pois não nos iremos sentir nós próprias. Além disso, vamos sempre sentir o peso da comparação - "fica melhor a ela do que a mim". O ideal é procurarmos pequenas coisas que nos inspiram e depois, juntando-as, criar a nossa própria versão de estilo.

4. Elimina o que não gostas. Se há roupas no roupeiro de que não gostas ou com as quais não te sentes bem, porquê mantê-las? Elas nunca vão permitir que estejamos satisfeitas com um look, pois essas peças nunca nos vão fazer sentir bem!

5. Aumenta a tua zona de conforto. Este é, provavelmente, o maior ponto de todos! Para nos podermos sentir confortáveis a usar alguma coisa, temos que conseguir que ela passe a fazer parte da nossa zona de conforto. O mais fácil é começar por incorporar uma peça tendência - que ameça a nossa confiança - com outras mais neutras/básicas, por exemplo:

combinacoes.jpg

  Aos poucos vamos ganhando mais confiança com essas peças e podemos, até, começar a combinar várias peças-chave (ou tendência) juntas!

6. Ignora o que os outros possam pensar. Muitas vezes não vestimos algo simplesmente por pensar o que os outros vão achar/dizer de nós. A questão é que muitas vezes as pessoas nem pensam o que nós achámos que elas pensariam e mesmo que o façam, o que interessa? Se nós gostamos do que vestimos, é quanto baste! Não podemos deixar que as nossas inseguranças nos proíbam de vestir o que mais gostamos. Provavelmente nunca existiram ícones de estilo se toda a gente tivesse medo do que as restantes pessoas pensariam.

7. Não excluas peças. Muitas vezes já vamos às compras com ideias fixas de que não podemos vestir isto e aquilo. O melhor é experimentar coisas nas lojas - mesmo que se ache que não vamos gostar - pois se nunca experimentarmos nunca vamos saber como fica. Mesmo dentro de um tipo de peça podemos experimentar vários modelos até encontrar algum de que gostamos realmente! E não compramos enquanto não for "aquele" ;)

Estas são as dicas principais que vos posso dar quanto a este tópico, espero que ajudem :) Se tiverem mais por favor partilhem!

Guardar

5 DICAS PARA PERNAS MAIS LONGAS

legs.jpg

  Não duvido que muitas de vós já tenham pensado em como tornar as pernocas aparentemente mais longas, pelo que hoje venho partilhar algumas dicas convosco nesse sentido.

1. Pernas da cor dos sapatos. Usar calças/collants pretos com calçado preto ou vestidos/saias com calçado nude cria a ideia de alongamento, já que dá a sensação de continuidade.

2. Calçado com truques. Além da regra anterior, há algumas questões a considerar na escolha do calçado: os saltos altos adicionam cm e deixam as pernas mais longas, mas se o calçado for bicudo também dá uma ideia de alongamento, mesmo que seja raso.

3. Cores escuras. As calças de tons escuros tornam a figura mais esguia e por isso dão, também, a sensação de pernas mais compridas.

4. Riscas verticais. Não é segredo que as riscas verticais afinam e alongam a silhueta, pelo que não tenho muito que dizer neste tópico :)

5. Cintura subida. Uma peça que tenha a cintura mais subida dá a sensação de as pernas "irem mais longe" e, por isso, parecerem mais longas. Esta é também uma boa técnica para quem tenha um torso muito comprido!

Espero que estas dicas ajudem, se tiverem mais por favor partilhem :)

A Blogger

Cláudia, estudante de dia e blogger de noite! Bem-vinda(o) ao meu cantinho!

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pinterest

YouTube

Instagram

@claudiagusmao

Facebook