Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Moda e Beleza

by Cláudia Gusmão

Moda e Beleza

by Cláudia Gusmão

COMO CONSTRUIR O ROUPEIRO IDEAL A LONGO PRAZO

roupeiroidealpic.jpg

 Qualquer mulher sonha em ter um roupeiro repleto das roupas que mais adora e que a fazem sentir fantástica, mas também acontece com frequência o roupeiro estar cheio de peças que já não servem, das quais já não gostamos, etc, e que muitas vezes escondem as peças que realmente adoramos e nos favorecem. Já falámos por aqui várias vezes de como fazer uma boa limpeza ao armário, eliminando as peças que não nos fazem falta. Mas como se impede que tal volte a acontecer? Como se garante que as compras que fazemos em diante vão encaixar no nosso roupeiro de sonho? Aqui deixo umas dicas que me ajudam bastante!

QUALIDADE VS QUANTIDADE

  • Investe em básicos de qualidade. Eles são a base de todo o roupeiro e as peças que usamos com mais frequência, além de as podermos manter durante muitos anos. Assim, é essencial que sejam de boa qualidade.
  • Analisa a qualidade do tecido. É importante que o tecido tenha durabilidade e assente bem no corpo.
  • Analisa a qualidade da costura. Tal como é importante o tecido ter qualidade, também é importante que esteja bem cortado e tenha boas costuras, pois tudo isso irá contribuir para o corte da peça e para a durabilidade da mesma.
  • Aparência vs Tamanho. O tamanho escrito na etiqueta é apenas um guia. Devemos comprar a peça que nos serve bem e não a peça que tem o tamanho que "gostamos". Por vezes pode ser preciso aumentar ou diminuir um tamanho para que a peça vista bem e isso não tem qualquer problema.

ESTILO PESSOAL

  • Conhece o teu estilo e sê fiel a ele. Embora eu apoie que se experimentem novas tendências e peças, a verdade é que na maioria das vezes tudo é passageiro e podemos nem nos sentir confortáveis com determinada novidade. Apostar nas peças que gostamos, que sabemos que usamos e que são intemporais é sempre uma mais valia. Ao investir numa tendência devemos evitar comprar muitas peças ou investir demasiado dinheiro, pois se não funcionar podemos mais facilmente passar à frente.
  • Investe em algumas peças chave. Ter básicos de boa qualidade é fundamental, mas termos algumas peças chave no roupeiro - que dão vida aos looks - pode ajudar muito a evitar sentirmos que o roupeiro é demasiado monótono e termos vontade de comprar novas peças.
  • Paleta de cores consistente. Para que possamos criar o maior número possível de looks com menos peças, a paleta de cores deve ser maioritariamente neutra com algumas cores mais chamativas para salpicar.
  • Compra para hoje, não para "qualquer dia". Não adianta comprarmos peças para vestir um dia, para uma ocasião que possa surgir, enfim! Devemos comprar para hoje e para as ocasiões que sabemos existirem. Poupamos peças penduradas no roupeiro ainda com etiqueta durante meses ou anos!

 ORGANIZAÇÃO

  • Mantém a ordem no roupeiro. É importante manter o roupeiro limpo, as roupas devidamente dobradas/penduras e com espaço. Tenta tirar algo velho do roupeiro sempre que comprares algo novo, para que não encha demasiado. Limpa os móveis com frequência e utiliza anti-traças - que hoje em dia não cheiram nada mal - para manter a roupa impecável.
  • Dá uma volta de vez em quando. No início de cada estação dá uma vista de olhos no roupeiro, vê as peças que não foram usadas, que já não servem, enfim, e tira-as do roupeiro. Doar ou vender é uma escolha pessoal!
  • Cuida da roupa. Para que a roupa dure muito tempo e se mantenha impecável é importante lavar a roupa com cuidado, utilizando bom detergente, um programa gentil, lavar e secar do avesso e respeitar qualquer regra específica de limpeza (limpeza a seco, máximo 30º, lavagem à mão, etc). Pessoalmente, quando lavo a roupa na máquina prefiro lavar sempre no ciclo delicado e a frio, pois noto que a roupa não encolhe e mantém-se bonita por mais tempo.
  • Analisa as peças que já não funcionam. Quando decidires que uma peça já não pertence no teu roupeiro, tenta analisar porquê: Não gostas do corte? O tecido irritava a pele? A peça não tinha qualidade? Saber o que funciona ou não para nós evita que o erro seja repetido no futuro!

 

Espero que este post vos dê uma ajuda, se tiverem mais dicas por favor partilhem :)

INSPIRAÇÃO | COMBINAR BIJUTERIA

 Como já devem ter dado conta, sou fã de bijuteria delicada. Gosto do toque simples e elegante que transmite. Uma das grandes vantagens das bijus mais delicadas é que podemos usá-las sozinhas ou combinar várias, para um look mais elaborado. Sei, no entanto, que combinar bijuteria é um medo de muita gente - ninguém quer parecer uma árvore de Natal - por isso decidi trazer algumas imagens de inspiração!

ac3.jpg

ac4.jpg

ac1.jpg

ac5.jpg

ac2.jpg

  As minhas lojas favoritas para comprar bijuteria delicada a preços acessíveis são a Parfois, a H&M, a Bershka e a Asos. Se tiverem um pouco mais dinheiro para investir, nas ourivesarias também encontram peças delicadas que vos vão durar uma vida! Caso optem pela bijuteria acessível eu recomendo passarem uma camada de verniz transparente - sobretudo nos anéis - antes de usarem para que não oxidem tão rápido! E não se esqueçam que um bom relógio é sempre um excelente investimento!

Guardar

Guardar

Guardar

MODA | AUMENTA A TUA CONFIANÇA

styleconfidence.jpg

  Uma questão que recebo com bastante frequência aqui no blog é como ter mais confiança para experimentar novas tendências, como renovar o nosso estilo sem deixarmos de nos sentir confortáveis. A verdade é que por vezes ficamos limitadas à nossa zona de conforto e não temos coragem para experimentar coisas novas, mas espero que estas dicas possam dar uma ajuda!

1. Melhora o teu estilo, agora! Por vezes ficamos à espera de perder peso, que estação mude ou qualquer outra coisa para cuidarmos mais do nosso estilo e experimentarmos coisas novas. Não vale a pena, o momento nunca vai ser perfeito e podemos começar já! Devemos vestir aquilo que realmente queremos vestir e não uma versão inferior disso mesmo.

2. Não penses só no que "fica bem". Embora concorde que podemos favorecer o nosso corpo se soubermos o que nos fica melhor, a verdade é que não há regras para o que podemos ou não vestir. Mesmo que uma peça não me favoreça a 100%, se eu gostar dela e me sentir bem com ela, é tudo o que me interessa!

3. Cria o teu próprio estilo. Procurar inspiração é fantástico, mas não devemos copiar alguém na íntegra, pois não nos iremos sentir nós próprias. Além disso, vamos sempre sentir o peso da comparação - "fica melhor a ela do que a mim". O ideal é procurarmos pequenas coisas que nos inspiram e depois, juntando-as, criar a nossa própria versão de estilo.

4. Elimina o que não gostas. Se há roupas no roupeiro de que não gostas ou com as quais não te sentes bem, porquê mantê-las? Elas nunca vão permitir que estejamos satisfeitas com um look, pois essas peças nunca nos vão fazer sentir bem!

5. Aumenta a tua zona de conforto. Este é, provavelmente, o maior ponto de todos! Para nos podermos sentir confortáveis a usar alguma coisa, temos que conseguir que ela passe a fazer parte da nossa zona de conforto. O mais fácil é começar por incorporar uma peça tendência - que ameça a nossa confiança - com outras mais neutras/básicas, por exemplo:

combinacoes.jpg

  Aos poucos vamos ganhando mais confiança com essas peças e podemos, até, começar a combinar várias peças-chave (ou tendência) juntas!

6. Ignora o que os outros possam pensar. Muitas vezes não vestimos algo simplesmente por pensar o que os outros vão achar/dizer de nós. A questão é que muitas vezes as pessoas nem pensam o que nós achámos que elas pensariam e mesmo que o façam, o que interessa? Se nós gostamos do que vestimos, é quanto baste! Não podemos deixar que as nossas inseguranças nos proíbam de vestir o que mais gostamos. Provavelmente nunca existiram ícones de estilo se toda a gente tivesse medo do que as restantes pessoas pensariam.

7. Não excluas peças. Muitas vezes já vamos às compras com ideias fixas de que não podemos vestir isto e aquilo. O melhor é experimentar coisas nas lojas - mesmo que se ache que não vamos gostar - pois se nunca experimentarmos nunca vamos saber como fica. Mesmo dentro de um tipo de peça podemos experimentar vários modelos até encontrar algum de que gostamos realmente! E não compramos enquanto não for "aquele" ;)

Estas são as dicas principais que vos posso dar quanto a este tópico, espero que ajudem :) Se tiverem mais por favor partilhem!

Guardar

5 DICAS PARA PERNAS MAIS LONGAS

legs.jpg

  Não duvido que muitas de vós já tenham pensado em como tornar as pernocas aparentemente mais longas, pelo que hoje venho partilhar algumas dicas convosco nesse sentido.

1. Pernas da cor dos sapatos. Usar calças/collants pretos com calçado preto ou vestidos/saias com calçado nude cria a ideia de alongamento, já que dá a sensação de continuidade.

2. Calçado com truques. Além da regra anterior, há algumas questões a considerar na escolha do calçado: os saltos altos adicionam cm e deixam as pernas mais longas, mas se o calçado for bicudo também dá uma ideia de alongamento, mesmo que seja raso.

3. Cores escuras. As calças de tons escuros tornam a figura mais esguia e por isso dão, também, a sensação de pernas mais compridas.

4. Riscas verticais. Não é segredo que as riscas verticais afinam e alongam a silhueta, pelo que não tenho muito que dizer neste tópico :)

5. Cintura subida. Uma peça que tenha a cintura mais subida dá a sensação de as pernas "irem mais longe" e, por isso, parecerem mais longas. Esta é também uma boa técnica para quem tenha um torso muito comprido!

Espero que estas dicas ajudem, se tiverem mais por favor partilhem :)

COMO ESCOLHER O PERFUME IDEAL?

perfumeideal.jpg

 Escolher o perfume ideal não é tarefa fácil e muitas de nós nunca chegam a encontrar "a sua" fragrância. No entanto, há algumas dicas que podem ajudar na hora de escolher o perfume!

1. Faz a tua pesquisa. Se tens um creme, perfume ou vela que gostas especialmente, tenta analisar quais são as notas olfativas usadas, pois pode ser um bom começo para definir se preferes perfumes florais, frutados, amadeirados, orientais, enfim!

2. Vai sozinha à perfumaria. Quantas vezes somos influenciadas pelas amigas quanto aos produtos que compramos? Podemos gostar de um perfume mas a amiga dizer que não é grande coisa - e não compramos - e vice versa. No que toca a perfumes o mais importante é a nossa opinião, pois nós é que o vamos usar diariamente! No caso de dúvida entre dois perfumes, por exemplo, já podes recorrer à opinião de alguém em quem confies, mas perguntando apenas qual dos dois prefere!

3. Cheira alguns perfumes. Depois de teres uma ideia dos tipos de aromas que gostas é mais fácil, quando fores a uma perfumaria, saberes que tipo de perfumes deves cheirar. Podes começar por cheirar vários perfumes no papel e, quando achares que gostas realmente de um, deita um pouco no pulso (sem esfregar o pulso) e vai dar uma volta. Vai analisando como o perfume se mistura com a pele, como vai desenvolvendo com o passar do tempo, se continuas a gostar do cheiro, enfim! Ao fim de uma hora estarás pronta para dar a tua opinião final sobre a fragrância.

4. Pede uma amostra. Quando encontrares um perfume que realmente gostes e que tenha passado o teste anterior, pede uma amostra na loja. É preciso vivermos com um perfume para percebermos se ele se adapta a nós, se dura, como cheira na nossa roupa, etc, e uma amostra poderá dar-te essa experiência durante 2 ou 3 dias.

5. Não fiques desencorajada se não sentires o perfume. Dizem os entendidos que o perfume ideal para nós é aquele que nós não conseguimos sentir, ou seja, que se funde com a nossa química corporal e se torna imperceptível para nós, mas perceptível para quem nos rodeia. Assim, vai perguntando às pessoas que te rodeiam se gostam do teu cheirinho :) (e assim também terás uma noção sobre a real duração do mesmo na pele).

Querem partilhar mais alguma dica que ajude na hora de escolher o perfume?

A Blogger

Cláudia, biomédica de dia e blogger de noite! Bem-vinda(o) ao meu cantinho!

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pinterest

YouTube

Instagram

@claudiagusmao

Facebook

Lojas

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D