Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Moda e Beleza

by Cláudia Gusmão

Moda e Beleza

by Cláudia Gusmão

COMO ESCOLHER OS JEANS IDEAIS

jeansmtg.jpg

  Tenho a certeza que não há ninguém que não tenha um par em casa! Os jeans são um básico no roupeiro de qualquer pessoa e todas nós deviamos ter um par preto, um azul e um branco. Mas encontrar jeans que realmente fiquem bem, sejam confortáveis e durem nem sempre é fácil, mas estas dicas podem ajudar!

1. Escolher o modelo consoante o formato do corpo. Esta dica é muito recorrente, mas é necessário entendê-la e perceber como aplicá-la. O modelo ideal de jeans deve equilibrar as nossas proporções. Uma pessoa que tenha um corpo maçã (acumula mais gordura na zona da barriga e/ou peito) deve sempre usar uns jeans skinny, pois as pernas são a parte mais elegante do seu corpo e não devem ser escondidas numas calças largas. Quem tiver um corpo ampulheta (largura de peito e anca semelhantes, com cintura definida) pode optar tanto por modelos skinny como por modelos sino e é boa ideia usar jeans de cintura subida pois, mais uma vez, irão acentuar a parte mais elegante do corpo. Quem tiver um corpo tipo pêra (acumula mais gordura nas coxas) pode usar tanto um modelo skinny ou um modelo mais direito. No entanto, um modelo direito irá tapar a zona mais fina da perna. Isto pode fazer com que a anca pareça menos larga, pois aumentamos visualmente a largura do tornozelo, mas se a pessoa for baixa pode fazê-la parecer mais cheia na globalidade. As pessoas baixas devem sempre usar modelos mais ajustados, pois alongam a figura. Assim, o ideal será ter uma ideia de qual seria o modelo mais indicado para o nosso tipo de corpo, mas experimentar sempre variações dentro desses modelos, por forma a encontrar o que mais nos agrada. Lojas diferentes oferecem modelos diferentes, tamanhos diferentes, enfim, para encontrar os ideais por vezes é preciso experimentar muitos antes!

2. Banir as "banhas laterais". Quantas vezes já aconteceu experimentar um par de calças e sairem as banhinhas do lado? E muita gente usa as calças assim! É simplesmente um não não não! Por vezes acontece quando se compra um tamanho de calças mais pequeno do que o devido, mas também pode ser devido ao facto de o modelo de jeans não ser o ideal para o tipo de corpo. Neste caso, o ideal é sempre optar por modelos de cintura média ou alta, que ajudam a aconchegar a barriguinha e dar-lhe um aspecto mais elegante.

3. Analisar a quantidade de elastano do tecido. Quanto mais elastano os jeans tiverem, mais elásticos vão ser e, portanto, mais confortáveis. Os modelos com mais elastano (2-4%) são mais confortáveis para quem passa muito tempo sentado, mas devem ser comprados o mais justos possível, de forma a não alargarem demasiado com o uso. Os modelos sem elastano moldam mais a silhueta, mas podem ser desconfortáveis!

4. Ter atenção ao comprimento da calça. Nunca deve sobrar muito tecido no tornozelo, pois vai estragar o efeito visual de alongamento e elegância que pretendemos. Se os jeans forem skinny, podem-se dar algumas dobras no tornozelo (assim), o que até lhes dá um toque diferente, mas o ideal será levar a uma costureira para tirar o excesso de tecido e fazer uma nova bainha - vale o investimento! Algumas lojas também já oferecem diferentes comprimentos de perna - afinal podemos usar o mesmo tamanho mas não ter necessariamente a mesma altura!

5. Ignorar o tamanho. Com isto não quero dizer que devas comprar jeans grandes ou pequenos para ti! Quero dizer que o tamanho marcado nos jeans não é o mais importante! Lojas diferentes vão ter tamanhos diferentes e por vezes até dentro da mesma loja, modelos diferentes vão ter tamanhos diferentes. Não compres uns jeans só porque dizem "36" ou "38", compra os que te ficarem bem!

6. Atenção à cor e lavagem! A cor dos jeans pode conquistar ou destruir o sucesso dos mesmos. É preciso garantir que a cor nos favorece e combina com o tipo de roupa que usamos e ocasiões que frequentamos. Mas ainda mais importante do que a cor, é a lavagem! Os jeans que têm um efeito "gasto"/"lavado", por exemplo, podem aumentar visualmente a largura da perna e, por isso, não favorecer algumas pessoas. Os jeans de tons mais escuros e com cor uniforme (sem lavagem) tendem a alongar e estreitar a silhueta.

7. A espessura do tecido importa! Alguns jeans têm um tecido mais fino do que outros. Os tecidos mais finos são melhores para usar nas estações quentes e acabam por ser mais confortáveis, mas perdem a forma com mais facilidade e não moldam muito o corpo. Os jeans com tecido mais grosso são mais indicados para as estações frias e têm a vantagem de ajudarem a moldar um pouco o corpo e a esconder algumas imperfeições, como a celulite por exemplo.

8. Tratar bem deles! Esta dica não tem propriamente a ver com escolher os jeans, mas cuidar bem dos jeans que compramos assegura que vão estar bons por muito tempo. Lava-os sempre do aveço, evita secá-los ao sol e se forem escuros opta por lavá-los com roupa escura e com detergente indicado para roupas escuras, de forma a que não percam a cor tão facilmente.

Estas são as minhas dicas para escolherem os jeans ideais! Com que regularidade costumam usá-los?

10 peças essenciais no roupeiro de Outono

Uma das coisas mais importantes para conseguir fazer bons conjuntos, é ter bons básicos, ter as peças essenciais que é possível usar para as mais variadas combinações. Assim, e apesar de já o ter feito antes, venho hoje partilhar uma listinha de peças que são essenciais no roupeiro de qualquer mulher. Se ainda não tiverem estas peças, pensem em investir nelas antes de comprarem alguma peça tendência. Vão ver que são peças simples, que podem depois facilmente combinar com peças tendência ou com acessórios à escolha. Depois de terem um bom conjunto de básicos, vão gastar menos dinheiro em compras a cada estação, já que têm o básico para fazer todas as combinações, só precisam de adquirir algumas peças para dar um up ao visual. Todas as peças mostradas neste post são da colecção actual da Pull&Bear.
Jeans. Umas calças de ganga ficam bem com quase tudo e são, sem dúvida, uma peça básica no roupeiro de qualquer mulher. O corte deve ser escolhido de acordo com o corpo e preferência da mulher. Em relação à cor, as mais escuras nunca passam de moda.
Casaco de malha. Um casaco de malha, especialmente se for de tom neutro, é muito versátil, já que combina com imensas peças e ajuda a rapidamente transformar um conjunto mais fresco num um pouco mais aconchegante.
Blazer preto. Uma peça tanto formal como informal, que facilmente se combina com jeans e uma camisola básica, como com um vestido super elegante. É essencial que tenha um bom corte e um bom material, para que dure muito tempo e não perca a forma.
Vestido preto. Um vestido preto de corte elegante é importante pois, tal como no caso do blazer, facilmente se torna mais formal ou informal e pode ser usado em muitas ocasiões. Mudando os acessórios ou o calçado, facilmente se consegue um look totalmente diferente sem mudar o vestido.
Casaco de cabedal. Um casaco de cabedal fica bem com imensas peças e combinações, sendo também impermeável, o que é especialmente bom para dias de chuva. Existem imensos modelos possíveis, pelo que recomendo experimentarem vários até encontrarem aquele que vos assenta que nem uma luva. O casaco de cabedal não deve ser nem muito largo nem muito justo.
Calças pretas. Mais um básico que combina com tudo! Para looks formais e informais, com camisas, camisolas de malha, enfim. Quem não se sentir confortável em jeans ou sarja pode optar por umas calças de cavaleiro pretas que sejam bem opacas.
Camisolas de malha. Um básico muito versátil, confortável e quentinho. Novamente, existem imensos modelos, cores, preços, enfim. Aconselho a escolherem bem os materiais, para evitar que formem borboto. A minha loja preferida para malhas é a Zara, apresenta imensos modelos pelos mais diversos preços.
Camisa branca. Um básico dos mais básicos. Fica bem por si só, por baixo de outras camisolas, por baixo de blazers, por baixo de malhas, enfim. Para um toque mais moderno não deve ser muito justa e pode ter alguns detalhes, como botões dourados ou algo do género. Algumas camisas permitem enrolar as mangas, o que as torna versáteis pois podem ser usadas tanto de Verão como de Inverno, consoante a combinação.
Saia preta. Uma saia preta é também essencial, novamente pela sua versatilidade. O tamanho, o modelo e o material ficam à consideração de cada pessoa, já que consoante a idade/corpo todas temos gostos diferentes.
Casaco quente. Um bom casaco, que combine com a maioria das peças, é essencial para os dias mais frios. Posso dar duas recomendações: se usarem peças muito coloridas, optem por um casaco preto que combine com tudo. Por outro lado, se usarem muitos tons neutros, optem por um casaco um pouco mais garrido, de forma a dar vida aos conjuntos.
...
Mais uma vez muito obrigada por lerem o post, espero que vos tenha sido útil! Se tiverem mais recomendações de peças, deixem nos comentários, para podermos partilhar ideias :)

A Blogger

Cláudia, estudante de dia e blogger de noite! Bem-vinda(o) ao meu cantinho!

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pinterest

YouTube

Instagram

@claudiagusmao

Facebook