Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Moda e Beleza

by Cláudia Gusmão

Moda e Beleza

by Cláudia Gusmão

ROUPEIRO CÁPSULA: O QUE É, PARA QUEM É E COMO O CONSEGUIR?

roupeirocapsula.jpg

  O roupeiro cápsula é um conceito que existe há bastante tempo, mas que ultimamente tem ganho grande destaque. No entanto, este não é para todos, pelo que pensei que seria boa ideia hoje partilhar convosco o que é então um roupeiro cápsula, para quem funciona e como conseguir um, caso pretendam.

O QUE É UM ROUPEIRO CÁPSULA?

 Um roupeiro cápsula trata-se de uma selecção cuidada de peças que se usam ao longo do ano ou ao longo de uma estação. Desta forma diminui-se o número de peças que se tem, evitam-se compras em demasia e perde-se menos tempo a escolher a roupa todas as manhãs. Se todas as peças no nosso roupeiro combinarem entre si, não tivermos demasiadas peças por onde escolher e todas as peças que temos nos assentam bem e nos deixam felizes, então não haverá necessidade de comprar mais peças nem se irá demorar uma eternidade a escolher a roupa!

 Existem diferentes abordagens a este conceito, umas mais flexíveis que outras, sendo elas:

  • Roupeiro Cápsula "Original" - 37 peças a usar ao longo da estação (Primavera/Verão ou Outono/Inverno);
  • Projecto 333 - 33 peças a usar ao longo de 3 meses (Primavera, Verão, Outono e Inverno);
  • Projecto 30x30 - 30 peças a usar ao longo de 30 dias;
  • Roupeiro Cápsula Anual - 50/60 peças a usar ao longo de todo o ano. [Há quem faça esta versão com 80 a 100 peças para uma abordagem mais fácil, especialmente em locais onde há climas extremos].

 As peças acima referidas incluem roupa, casacos, calçado e carteiras mas excluem acessórios, roupa de usar em casa, pijamas, roupa interior, roupa de desporto e biquínis. Ao criar um roupeiro cápsula por determinado tempo (6 meses, 3 meses ou 30 dias), escolhem-se as peças de acordo com a estação e guardam-se as que estão fora de estação. Quando o tempo acaba (ie a estação muda) faz-se uma nova visita às peças escolhidas e trocam-se as que já não são apropriadas à estação por outras (que estavam guardadas). Por outro lado, quando se cria um roupeiro cápsula anual (não há peças guardadas), todas as nossas roupas estão à disposição para serem usadas mas estão limitadas a um número total. Eu acho que cada pessoa pode criar o número mais apropriado para si, os números indicados são indicativos!

 O processo funciona mais ou menos assim:

  1. Escolhemos as peças para o roupeiro cápsula (e compramos algo que esteja em falta) até ao limite de peças indicado;
  2. Usamos apenas essas peças durante o tempo estipulado;
  3. Não fazemos mais compras nessa estação (a não ser que algo se estrague). No caso de um roupeiro cápsula anual, as compras são feitas à medida que é necessário, sendo que cada vez que entra uma peça nova deve sair uma peça velha, para manter o número total;
  4. Ao chegarmos próximo do fim do tempo estipulado começamos a preparar o roupeiro cápsula da próxima estação, onde se continuam a usar as peças que ainda são as apropriadas e as que não são apropriadas são trocadas por outras. [excepto no roupeiro cápsula anual]

 

PARA QUEM É UM ROUPEIRO CÁPSULA?

 Nem toda a gente se irá identificar com um roupeiro cápsula, especialmente se gostar de ter muita variedade de peças. Então, porquê criar um roupeiro cápsula?

  1. Para ter uma vida mais simples. Para quem procura uma vida com menos bens materiais, onde se elimina o que é supérfluo e se tem apenas o essencial.
  2. Para vestir apenas o que se adora. Com um menor número de peças, bem escolhidas, temos sempre a certeza de que o que vamos vestir nos fica bem e que adoramos as peças envolvidas. Isso significa menos stress cada vez que se escolhe o que vestir!
  3. Para fazer compras mais ponderadas. Quando temos um número limitado de peças que podemos usar, ficamos mais conscientes daquilo que realmente adoramos e nos faz falta, evitando compras desnecessárias. Passamos também a investir mais na qualidade das peças (dando mais valor à qualidade do que à quantidade), o que se torna especialmente importante quando temos menos peças, pois vamos dar-lhes mais uso e é normal que se estraguem ao longo do tempo. Mas isso não é um problema, nós compramos a roupa para a vestir e não para ela ficar guardada no roupeiro! Ao investir na qualidade garantimos que uma peça nos vai durar mais tempo! Caso tenham interesse podem  ver o meu vídeo sobre como comprar peças com qualidade e o meu vídeo sobre como comprar de forma inteligente.
  4. Para definir um estilo pessoal. Eu vou fazer outro post sobre este tópico, mas tenho a certeza que muitas de vocês já compraram peças que não tinham a ver com o vosso gosto pessoal, já vestiram conjuntos que pareciam pertencer a outra pessoa, enfim! Com um roupeiro cápsula temos apenas aquilo que adoramos e que se enquadra no nosso estilo pessoal! Começamos a perceber melhor quais os cortes de roupa que nos favorecem, quais as cores que gostamos de usar, quais as marcas que nunca nos desiludem, enfim!
  5. Para viajar ou ir estudar/trabalhar para fora. Quando estamos limitados a uma mala de roupa, precisamos que todas as peças combinem o melhor possível, precisamos de ter apenas aquilo que adoramos e que sabemos que vamos usar. Não há melhor altura para criar um roupeiro cápsula!

 Se se enquadram em alguma das situações, provavelmente um roupeiro cápsula será uma boa escolha!

 

COMO CRIAR UM BOM ROUPEIRO CÁPSULA?

 Criar um roupeiro cápsula não é difícil! No entanto, garantir que ele funciona para nós e que não nos vai deixar com a sensação de falta e/ou aborrecimento, há alguns cuidados a ter em conta! Aqui fica o passo-a-passo:

  1. Escolher que tipo de roupeiro cápsula criar - original, 30x30, etc!
  2. Analisar as peças que já temos e eliminar todas as que não gostamos, não usamos ou não servem;
  3. A não ser que se escolha o roupeiro cápsula anual, guardar todas as peças que não se enquadram na estação;
  4. Começar por incorporar as peças básicas essenciais do dia-a-dia e depois ir adicionando peças mais divertidas e não esquecer de incorporar algumas peças para ocasiões especiais;
  5. Avaliar o nosso estilo pessoal, o que nos fica bem e o que gostamos de usar. Ao mesmo tempo, avaliar a quantidade essencial de cada tipo de peça (calças, casacos, etc). Em caso de dúvida, tirar uma fotografia do look diário ao longo de duas semanas e depois analisar quantas calças/camisolas/casacos/etc se usaram;
  6. Analisar a nossa paleta de cores preferenciais, que deve ser constituída por 3 ou 4 cores base (neutras) e 4 ou 5 cores complementares (que funcionem com as cores base). É essencial ter alguma cor no roupeiro, para garantir que não se torna aborrecido;
  7. Experimentar todas as peças já inseridas no roupeiro cápsula umas com as outras, tirando fotografia aos looks favoritos (que servirá como inspiração) e ver que peças estão em falta e quais estão a mais;
  8. Criar uma lista das peças em falta e ir comprando ao longo da estação, garantindo que todas as peças que compramos conjugam com as peças que já constam do roupeiro cápsula e nos ficam bem e sem ultrapassar o número total de peças;
  9. Perto do final do tempo definido para o roupeiro cápsula, reflectir sobre o que correu bem e menos bem, tomando notas que ajudem na criação do roupeiro cápsula seguinte.

 

 Um roupeiro cápsula pode ser uma excelente forma de fugir ao consumismo e de garantir que estamos sempre bem arranjadas sem perder demasiado tempo todas as manhãs. Embora certamente não funcionará para toda a gente, há sempre algumas boas lições e inspirações a tirar do mesmo. Podemos optar por seguir um roupeiro cápsula à risca ou tirar alguma inspiração para criar a nossa própria versão de um roupeiro cápsula, que nos deixe felizes e nos poupe tempo e dinheiro! Se procuram alguma inspiração, eu gostei bastante dos vídeos e posts da Anna sobre roupeiros cápsula!

Se há algum tópico referido que gostariam de ver mais aprofundado, por favor digam-me :)

Guardar

Guardar

A Blogger

Cláudia, biomédica de dia e blogger de noite! Bem-vinda(o) ao meu cantinho!

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pinterest

YouTube

Instagram

@claudiagusmao

Facebook

Lojas

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D