Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Moda e Beleza

by Cláudia Gusmão since 2006

Moda e Beleza

by Cláudia Gusmão since 2006

TENDÊNCIA: SAIAS PLISSADAS MIDI

skirts.jpg

 As saias plissadas de tamanho midi são outra das grandes tendências da estação - e que transitaram de estações anteriores. Muitas vezes consideradas uma peça formal, alguns dos looks de streetstyle que vemos hoje em dia permitem perceber que é uma peça bastante versátil, que tanto pode ser usada de modo formal como casual e em qualquer idade.

 Estando em voga, é natural que tenham vindo a aparecer cada vez mais opções nas lojas, desde os modelos em tecidos leves aos modelos metálicos, em pele ou em lã. As opções são mais que muitas e permitem, a quem esteja interessado em comprar uma, experimentar vários modelos até encontrar o ideal! Aqui vos mostro algumas opções:

skirts.jpg

 1. ASOS (40€ aqui) | 2. ASOS (26,65€ aqui) | 3. Zara (17,95€ aqui) | 4. MO (19,99€ aqui) | 5. ASOS (50,67€ aqui) | 6. ASOS (46,67€ aqui) | 7. Mango (17,99€ aqui) | 8. Mango (25,99€ aqui) | 9. Zara (39,95€ aqui) | 10. Zara (25,95€ aqui) | 11. Mango (39,99€ aqui) | 12. Zara (25,95€ aqui)

 

Gostam destas saias? Qual é o vosso modelo favorito?

DEVO MESMO USAR CREME DE OLHOS?

cremesdeolhos.jpg

  Tenho a certeza que já alguma vez se perguntaram se usar um creme de olhos será mesmo essencial, afinal se usamos um creme para o rosto, ele não serve também para os olhos? Ainda por cima o creme de olhos é caro para a quantidade de produto que tem...

 Bem a resposta a esta pergunta é sim, um creme de olhos é essencial na rotina de pele! A pele da zona ocular é muito mais fina do que a pele do rosto e tem também menos elasticidade. Visto que usamos os músculos oculares milhares de vezes por dia, associando ao facto de a pele ser fina e ter menos elasticidade, podemos facilmente concluir que esta é a primeira zona a mostrar sinais de envelhecimento. Tendo ainda em conta que a zona ocular não possui glândulas sebáceas, temos que garantir a sua correcta hidratação!

 É óbvio que queremos as mesmas propriedades anti-envelhecimento dos cremes que usamos no rosto para a zona ocular, mas a formulação dos produtos tem de ser diferente para cada zona, pois alguns produtos podem ser demasiado agressivos para a delicada pele dos olhos. Além disso, alguns dos problemas apresentados na zona ocular são diferentes do resto do rosto e precisam, por isso mesmo, de ingredientes diferentes. A cafeína, por exemplo, é um ingrediente muito utilizado nos cremes de olhos para combater os papos e as olheiras e que não se encontra num creme de rosto. Também a textura dos cremes de olhos deve ser mais leve do que a de um creme de rosto, de forma a que o produto consiga penetrar numa zona com poros tão minúsculos, mas também para que não cause mília.

 O creme de olhos é dos primeiros produtos que devemos introduzir na nossa rotina anti-envelhecimento - eu comecei a usar com cerca de 13 anos, altura em que comecei a ser seguida por uma dermatologista devido ao acne - e que tem, sobretudo, um papel preventivo. Existem cremes de olhos formulados para diferentes idades e necessidades, permitindo prevenir o envelhecimento, melhorar o aspecto da zona ocular e evitar que qualquer problema já existente piore. É importante escolher um creme de olhos que responda às nossas necessidades específicas e que tenha ingredientes de boa qualidade, já que alguns produtos apenas mascaram o problema, mas não o resolvem!

 Para as meninas mais novinhas, o essencial é usar um creme de olhos que tenha capacidade hidratante (como este ou este). Quando nos começamos a preocupar com as primeiras rugas - lá para os 18/19 anos - torna-se importante investir nos cremes com antioxidantes, ácido hialurónico e alguns ingredientes anti-envelhecimento (como esteeste ou este). Numa pele mais madura será interessante procurar cremes com retinol e/ou factores de crescimento, além dos antioxidantes (como este), por exemplo. Quem tenha bastantes papos e olheiras deve confirmar se o creme de olhos tem ingredientes como a cafeína, haloxil e/ou micro-partículas de pérola, por exemplo, que ajudam a descongestionar e iluminar o olhar.

 Apesar de o creme de olhos ser um investimento, pode realmente fazer toda a diferença!

TENDÊNCIA: GARGANTILHAS

chokers.jpg

 Outra grande tendência que não passa despercebida são as gargantilhas. Todas sabemos que a moda é cíclica e eu lembro-me perfeitamente de, quando era mais novinha, todas as raparigas usarem aquelas gargantilhas de plástico, que faziam um efeito tipo tatuagem! Confesso que já não sou grande fã desse género, mas com o regresso desta moda as opções são mais que muitas no mercado! Hoje trago-vos algumas sugestões, mas quase todas as lojas oferecem algum tipo de gargantilha esta estação. Só na Asos, por exemplo, encontram mais de 600 modelos disponíveis! Uma dica que quero dar é, caso estejam em dúvida quanto a sentirem-se confortáveis com uma gargantilha, optem por uma que seja ajustável, de forma a que a possam pôr na posição que vos conferir mais conforto.

gargantilhas.jpg

1. Asos (6,67€ aqui) |  2. Bershka (5,99€ aqui) | 3. Pull&Bear (3,99€ aqui) | 4. Asos (20€ aqui) | 5. Asos (3,33€ aqui) | 6. Mango (12,99€ aqui) | 7. Zara (15,95€ aqui) | 8. Bershka (5,99€ aqui) | 9. Asos (6,67€ aqui) | 10. Asos (10,67€ aqui)

 

Gostam de gargantilhas? Qual a vossa favorita destas sugestões?

COMO ESCOLHER O PERFUME IDEAL?

perfumeideal.jpg

 Escolher o perfume ideal não é tarefa fácil e muitas de nós nunca chegam a encontrar "a sua" fragrância. No entanto, há algumas dicas que podem ajudar na hora de escolher o perfume!

1. Faz a tua pesquisa. Se tens um creme, perfume ou vela que gostas especialmente, tenta analisar quais são as notas olfativas usadas, pois pode ser um bom começo para definir se preferes perfumes florais, frutados, amadeirados, orientais, enfim!

2. Vai sozinha à perfumaria. Quantas vezes somos influenciadas pelas amigas quanto aos produtos que compramos? Podemos gostar de um perfume mas a amiga dizer que não é grande coisa - e não compramos - e vice versa. No que toca a perfumes o mais importante é a nossa opinião, pois nós é que o vamos usar diariamente! No caso de dúvida entre dois perfumes, por exemplo, já podes recorrer à opinião de alguém em quem confies, mas perguntando apenas qual dos dois prefere!

3. Cheira alguns perfumes. Depois de teres uma ideia dos tipos de aromas que gostas é mais fácil, quando fores a uma perfumaria, saberes que tipo de perfumes deves cheirar. Podes começar por cheirar vários perfumes no papel e, quando achares que gostas realmente de um, deita um pouco no pulso (sem esfregar o pulso) e vai dar uma volta. Vai analisando como o perfume se mistura com a pele, como vai desenvolvendo com o passar do tempo, se continuas a gostar do cheiro, enfim! Ao fim de uma hora estarás pronta para dar a tua opinião final sobre a fragrância.

4. Pede uma amostra. Quando encontrares um perfume que realmente gostes e que tenha passado o teste anterior, pede uma amostra na loja. É preciso vivermos com um perfume para percebermos se ele se adapta a nós, se dura, como cheira na nossa roupa, etc, e uma amostra poderá dar-te essa experiência durante 2 ou 3 dias.

5. Não fiques desencorajada se não sentires o perfume. Dizem os entendidos que o perfume ideal para nós é aquele que nós não conseguimos sentir, ou seja, que se funde com a nossa química corporal e se torna imperceptível para nós, mas perceptível para quem nos rodeia. Assim, vai perguntando às pessoas que te rodeiam se gostam do teu cheirinho :) (e assim também terás uma noção sobre a real duração do mesmo na pele).

Querem partilhar mais alguma dica que ajude na hora de escolher o perfume?

A Blogger

Cláudia, biomédica de dia e blogger de noite! Bem-vinda(o) ao meu cantinho!

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pinterest

YouTube

Instagram

@claudiagusmao

Facebook

Lojas