Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Moda e Beleza

by Cláudia Gusmão since 2006

Moda e Beleza

by Cláudia Gusmão since 2006

Urban Decay Naked Flushed

Hoje tenho mais um review para vós, desta vez da paleta Naked Flushed, da Urban Decay. A Urban Decay tem a paleta Naked Basics, óptima para viajar e dispõe também da Flushed, com o mesmo tamanho compacto mas com um blush, um bronzer e um iluminador.
Tal como a Basics, a Flushed tem um espelho que ocupa toda a tampa, sendo óptima para a aplicação da maquilhagem. No entanto, em vez de ter uma textura tipo borracha, como a Basics, a embalagem tem uma textura plástica. Desastrada, deixei cair a paleta logo no dia em que a comprei, o que causou os danos que conseguem ver nos cantos. Bah!
As cores da paleta são bastante boas, em especial o bronzer, que não é muito escuro nem muito claro, dando um bom contorno ao rosto. No entanto, pode não funcionar para tons de pele muito escuros. O iluminador dá um glow muito bonito mas não tem demasiado glitter, dando um efeito natural. Já o blush, é bastante pigmentado e requer mão leve na sua aplicação, mas funciona para qualquer tom de pele.
Os pós são bastante suaves, sendo fáceis de aplicar, e duram bem na pele. Obviamente que, com a oleosidade natural da pele, vão perdendo um pouco a pigmentação, mas ainda assim aguentam-se decentemente até ao final do dia. O preço é convidativo, uma vez que por cerca de 26€ podem ter 3 produtos e é super prático ter todos os produtos necessários numa única paleta.
Na imagem acima podem ver a portabilidade desta paleta, o que é óptimo para quem viaja muito ou tem de se deslocar aos fins-de-semana. Se tiverem curiosidade em saber como usar esta paleta ao certo, podem visitar o meu tutorial de contorno, iluminador e blush aqui (podem fazer todas as etapas usando apenas este produto) e também ver-me usar esta paleta aqui. As interessadas podem adquirir a Naked Flushed da Urban Decay em qualquer Sephora ou aqui, por cerca de 26€.

As minhas máscaras faciais preferidas

Como prometido no vídeo da minha rotina de pele, hoje venho falar-vos das minhas máscaras de rosto preferidas. As máscaras são importantes uma vez que proporcionam um cuidado mais aprofundado, dependendo da sua função podem purificar a pele, dar mais hidratação, mais firmeza, etc. Gosto de fazer uma máscara facial uma a duas vezes por semana e tenho usado algumas diferentes para diferentes necessidades. Como referi no vídeo, a minha pele é mista com tendência acneica, para além de ser atópica. Isto significa que é bastante sensível, pelo que não posso usar produtos muito agressivos.
Avène Cleanance (aprox 13€, 50mL). Tem como principais ingredientes zinco e abobrinha, conhecidos por ajudarem a regular a excessiva produção de sebo e por terem uma acção purificante. Tem ainda água termal, que ajuda a apaziguar a pele e evitar irritações ou secura extrema, que pode ocorrer devido aos tratamentos purificantes. O tempo de actuação desta máscara é de 5 minutos e ela é boa especialmente para controlar a oleosidade da pele. Pode ser encontrada em farmácias ou aqui.

Nuxe Aroma-Perfection Unclogging Thermo-Active Mask (aprox 18€, 40mL). A grande diferença desta máscara para outras do género é o facto de ser termo-activa e esfoliante. Ou seja, quando em contacto com a pele, aumenta um pouco a temperatura, abrindo os poros e permitindo que a máscara actue mais profundamente. Além disso, por ter pequenas partículas esfoliantes, quando a removem ajuda a esfoliar levemente a pele. Tenho um review completo desta máscara, que podem ler aqui se tiverem interesse em saber mais. Pode ser encontrada em farmácias.

LUSH Mask of Magnaminty (aprox 6€, 125gr ou aprox 11€, 315gr). Para usar com mais frequência, é sempre melhor uma máscara com mais ingredientes naturais e mais económica. Esta máscara tem extratos de ingredientes naturais como barro da china, feijões adzuki e semestes de prímula, que ajudam a purificar a pele, puxando a sujidade dos poros e esfoliando-a, enquanto o óleo de menta lhe confere frescura. Deixa-se actuar durante 5 a 10 minutos e retira-se com água morna. Notam-se resultados com poucas utilizações. Visto o prazo de validade ser mais curto, por não ter conservantes, convém usar com regularidade. Encontra-se à venda aqui.
Yves Rocher Healthy Glow Mask (aprox 4€, 50mL). Esta é uma máscara feita à base de extrato de romã, que ajuda a hidratar e dar luminosidade à pele. É fantástica para pele seca ou desidratada. Mesmo quem tem a pele oleosa pode usar esta máscara, já que devido à utilização de produtos purificantes, a pele pode ter tendência a ficar desidratada e sem um glow natural. É económica e actua rapidamente. Podem encomendar esta máscara aqui.
Habitualmente uso máscaras duas vezes por semana, como referi, usando uma vez por semana a Magnaminty e outra vez uma máscara que vá ao encontro das necessidades da minha pele nessa altura. Habitualmente gosto de as usar à noite, já que a pele tem mais tempo para respirar. E vocês, que máscaras gostam de usar?

Guia 2014 #2: Como alcançar os teus objectivos

O post de hoje é a continuação do guia para 2014, desta vez sobre como alcançar os nossos objectivos. No início do ano todos fazemos resoluções, coisas que queremos mudar ou alcançar durante o ano, mas muitas dessas resoluções morrem na praia, sobretudo porque não temos um plano para as alcançar! Um projecto sem um plano é apenas um sonho. Assim, hoje venho dar-vos algumas dicas que talvez vos possam ajudar.
1. Primeiro que tudo é essencial ter resoluções/projectos que sejam alcançáveis! Se vamos fazer a resolução de, por exemplo, perder 50kg até ao Verão... provavelmente não vamos ter sucesso. Assim, é importante parar para pensar se esse objectivo é possível. Outro exemplo, se disser que não vou beber nenhum refrigerante o ano todo, posso estar a puxar um bocado o elástico, mas se disser por exemplo que não vou beber mais do que um refrigerante por mês, tenho mais alguma margem de manobra e estou igualmente a fazer algo de bom para mim, não tendo aquela pressão do nenhum.
2. Não é preciso ter uma lista de 20 coisas que queremos alcançar ou mudar em 2014. É importante pensar quais são os objectivos que realmente queremos atingir e que estamos preparadas para mudar na nossa vida. Mais vale ter 5 objectivos que realmente estamos prontas para "trabalhar em" do que 20 que provavelmente vamos esquecer ao longo do ano.
3. Arranjar um caderninho para manter ao longo do ano é importante. Este caderno vai servir para fazerem o vosso plano de objectivos e o plano individualizado para alcançar cada um dos objectivos. Podem levá-lo convosco para todo o lado e ir actualizando as vossas listas.
4. O que é que eu quero dizer com fazer uma lista dos objectivos? Por exemplo (elaborei uma lista simulada):
Para esta lista ocupem a primeira página do vosso caderno de objectivos. Dividam os objectivos em categorias, e em cada categoria ponham tudo o que querem alcançar, novamente de forma realista.
5. O que é que quero dizer com fazer um plano para alcançar um objectivo? Imaginemos que querem perder peso. Segundo as nutricionistas, o ideal será perder cerca de 0,5kg por semana (ou 2kg por mês), o que significa que podem perder até 24kg num ano, por exemplo!! Assim, aqui fica um exemplo de um plano para um objectivo do género:
Comecem por fazer a lista de objectivos do ponto anterior, depois para cada objectivo deixem uma página do caderninho onde possam escrever o vosso plano para alcançar esse objectivo. Neste plano devem constar semi-objectivos, ou seja, etapas que podem ir alcançando ao longo do ano a caminho de alcançar esse objectivo. Por cada etapa cumprida ao longo do ano colocam um certo, o que vos vai manter mais motivadas à medida que vão alcançando cada uma das etapas que definiram, ao contrário de um único objectivo a longo prazo, que irá demorar mais a ser atingido. Depois escrevam a lista de tudo o que podem fazer para alcançar esse objectivo, e novamente sejam realistas. É por esta lista que se devem guiar diariamente, de forma a que se mantenham a par do que têm a fazer ao longo do ano. Depois é importante definir uma data para alcançar esse objectivo, ter uma data impede-nos de procrastinar e ajuda a um melhor planeamento. Façam isto para cada um dos objectivos que têm.
6. Mantenham-se a par dos pequenos progressos que fazem diariamente para alcançar os vossos objectivos. Por exemplo, para perder peso podem optar por escrever passos fáceis de alcançar dia-a-dia, como usar as escadas em vez do elevador, fazer 10 minutos de caminhada todos os dias, enfim, coisas pequenas que realmente sabem que podem fazer todos os dias. Ao fim de cada dia pensem o que fizeram nesse dia e escrevam no mesmo caderno ou numa agenda. Ajuda-vos a perceber porque é que estão ou não estão a conseguir alcançar os vossos objectivos. E mantém a mente centrada naquilo que vocês querem alcançar!
7. Imaginar-te alcançando determinado objectivo, pensar o que mudaria na tua vida ao alcançares esse objectivo, etc, ajuda a manter a motivação. Muitas vezes a falta de motivação é o principal motivo que nos leva a desistir dos nossos objectivos. Assim, pensar na nossa vida futura ajuda a manter a motivação, tal como ler livros ou ouvir pessoas que nos inspirem, que nos ajudem a ter força por lutar pelo que queremos e a fazer mudanças na nossa vida.
8. Rodeia-te de pessoas que te apoiem, motivem e não vão num caminho oposto àquele que queres para ti. Quando temos menos vontade ou nos sentimos mais em baixo, ter pessoas que não nos apoiam ou que querem algo completamente incompatível com aquilo que queremos pode-nos fazer fugir completamente dos nossos objectivos. Pelo contrário, se tivermos pessoas à nossa volta que nos motivam, nos dão força e nos puxam para cima, vamos estar mais motivadas para lutar.
9. Fazer o que nos faz felizes durante, pelo menos, 15 minutos por dia. Principalmente para estudantes e pessoas que trabalham muitas horas por dia, é importante parar para fazer algo que nos deixa felizes e nos ajuda a aliviar a tensão. Pode ser brincar com os animais de estimação, ver vídeos no youtube, ouvir música, dançar, enfim! Algo que nos ajude a aliviar a tensão, a sentir uma maior felicidade e evitar ficar deprimido quando algo corre menos bem.
10. Permitir-nos a falhar e sentir tristeza. Todos nós, em alguma altura da nossa vida, vamos falhar, vamos sentir tristeza. E é importante aceitar isso, não temos de nos sentir obrigados a ser sempre os melhores, a estar sempre felizes. Aceitar isso faz-nos reconhecer que somos humanos, que não temos de viver sobre uma pressão constante. Muitas vezes ficamos deprimidos porque achamos que temos de fazer tudo bem, temos de ser perfeitos, e com tanta tensão acabamos por não conseguir seguir em frente, sentimos que falhamos, que somos horríveis e não conseguimos sair desse ciclo vicioso que nos está a impedir de avançar. Aceitar que falhar é normal e ser capaz de retomar o caminho ajuda-nos a alcançar os nossos objectivos.
11. Ser organizado, tanto no tempo como no espaço, é essencial para termos tempo no nosso dia-a-dia de trabalhar a favor dos nossos objectivos. Por cada minuto que perdemos à procura do estojo ou de uma camisola, por exemplo, é tempo que desperdiçamos do nosso dia. Assim, convido-vos a ler este post sobre como organizar o tempo e este post sobre como manter o vosso espaço organizado.
12. Manter uma rotina de sono adequada também é importante, se não trabalharmos nas horas mais produtivas do nosso dia, também será mais complicado alcançar o que desejamos. Por exemplo, eu funciono muito bem durante a manhã, então o meu objectivo é deitar-me mais cedo e levantar-me mais cedo, de forma a aproveitar o máximo possível da manhã, mas também a não dormir menos de 6 horas por dia. Se têm dificuldades em dormir, aconselho a verem este vídeo.
13. Por fim, é essencial ter força de vontade. Por muito que se planeie, se pense, etc, se não tivermos força de vontade não conseguimos alcançar nada. Ninguém nos pode vender ou oferecer força de vontade, ela depende exclusivamente de nós próprios.
Minhas queridas, estas são todas as dicas que tinha para partilhar convosco, espero que vos ajudem! Se tiverem mais dicas, por favor deixem nos comentários :) Desejo-vos um ano de muitos sucessos!

Vencedoras dos últimos passatempos + aviso!

Novos produtos da Garnier para fazer review em breve :)

Olá minhas queridas! Quero começar por vos informar de que, até ao final do mês, apenas conseguirei publicar um vídeo por semana, ao contrário dos dois vídeos por semana a que estão habituadas. Isto porque me encontro em altura final de semestre, em que há imensas avaliações e exames, e preciso de me concentrar o máximo possível. Se tudo correr pelo melhor, no final do mês voltamos a ter dois vídeos por semana :) Agradeço desde já a vossa compreensão! Depois quero também anunciar as vencedoras dos últimos passatempos, que foram finalmente sorteadas ontem!!

Vencedora Passatempo Favoritos de Novembro:

 

Vencedora Passatempo de Natal:

Muito obrigada a todas as participantes e parabéns às vencedoras!! Agradeço às duas meninas que me enviem o nome e morada para envio do prémio para o e-mail prmodaebeleza@outlook.com, de forma a que os possa enviar :)
Há um novo passatempo a decorrer no blog, vejam aqui!

Näkd Bars - snack saudável

Muitas vezes recebo perguntas aqui no blog sobre snacks que sejam fáceis de transportar, enquanto saborosos e saudáveis, e sei que muitas leitoras são fãs de barras de cereais. A verdade é que a grande maioria das barras de cereais disponíveis nos supermercados estão carregadas de açúcar e ingredientes duvidosos. Segundo as meninas do Tone It Up, as melhores barras são aquelas que não contêm açúcar adicionado, lactose nem trigo, o que é muito difícil de encontrar. Durante a minha pesquisa, descobri as Näked Bars.
Estas barritas são especialmente saudáveis porque são 100% Vegan, não têm açúcar adicionado nem outros ingredientes indesejáveis e algumas são também sem gluten. Na embalagem podem também ver quantas dessas barritas podem comer por dia, sendo 5 no caso da barra da imagem. Apesar disso, não costumo comer mais do que uma, já que é para um snack rápido.
A textura das barritas é ligeiramente diferente das barras a que estamos habituadas, mas é segundo o antigo ditado "primeiro estranha-se, depois entranha-se". Os sabores disponíveis também são muito originais, havendo barritas de chocolate, de amora, de gengibre, laranja-chocolate, mentol-chocolate, enfim. Ainda não encontrei estas barritas à venda nos hipermercados, mas costumo encomendá-las do Amazon, aqui. O preço acaba por rondar o mesmo das barritas mais famosas de hipermercado.
No entanto, sei que muitas de vocês podem estar na dúvida quanto a encomendar estas barritas, pois não sabem se são boas, se vão gostar, enfim. Assim, e porque eu quero que as minhas leitoras cuidem da sua alimentação, decidi fazer um passatempo especial, onde vai haver 12 vencedoras!
Haverá uma vencedora no 1º lugar, uma no 2º lugar e 10 no 3º lugar, que vão receber os prémios indicados na imagem, compostos por barritas de vários sabores. Para participar só terão de:
1ª Entrada (Obrigatória):
Deixar um comentário neste post com sugestões de posts para a Primavera.
2ª Entrada (Opcional):
Gostar do Moda&Beleza no Facebook, aqui. Deixar outro comentário neste post dizendo "Gosto do Moda&Beleza no Facebook, o meu nome de seguidora é...".
Podem participar até 18 de Janeiro e as vencedoras serão decididas por sorteio. Boa sorte!
Nota: os comentários deste post deverão apenas estar relacionados com o passatempo pfv.

Boas compras para a Primavera

Quando se fala em saldos, refiro sempre que há peças de Primavera que se podem ir comprando. No entanto, nem todas as leitoras percebem o que quero dizer, perguntam-se como hão-de comprar peças para a Primavera, se ainda não sabem as novas tendências, se ainda não sabem o que usar. A verdade é que há peças que usamos sempre na Primavera, sejam uma nova tendência ou não, e muitas vezes essas são as peças em que vale mais a pena investir. Assim, fiz-vos uma pequena lista...

Camisas de xadrez, que não sejam muito grossas, são sempre uma boa opção. Se tiverem padrões mais abertos, como turquesas, verdes ou vermelhos vivos, também são boas para fazer a transição de cores. Calções de ganga, que são sempre um must-have nas estações mais quentes e encontram-se imensos modelos em altura de saldo. T-shirts e tops básicos, que se usam imenso e são óptimos para vestir em camadas, como na imagem acima.
Cardigans leves de tons vivos, visto a Primavera ser ainda um pouco fresca, convém usar algumas peças que nos mantenham mais quentes sem serem pesadas. No Inverno há sempre imensos casacos à venda, pelo que é uma boa altura para procurar casacos de tons mais vivos e materiais leves. Padrões de flores, que também são tendência recorrente todas as Primaveras e se encontram em calções, saias, vestidos, macacões, enfim.
Peças de inspiração marinheiro, ou seja, peças que recaiam nos tons azul marinho e branco, especialmente se tiverem riscas. Todos os Verões o padrão marinheiro ataca em força e de um ano para o outro muitas vezes conseguem encontrar-se verdadeiras relíquias a preços mais acessíveis. Novamente, este padrão encontra-se nos mais variados tipos de peças.
Roupa de praia, especialmente biquínis e vestidos de praia. Muitas lojas em Portugal não vendem este tipo de peças nesta altura, já que são peças de Verão, mas lojas internacionais, como a Asos, disponibilizam roupa de Verão todo o ano, já que há partes do mundo onde é Verão. Nesta altura encontram imensas peças destas em promoção, começando em preços como 2€ ou 3€.
Analisar o calçado que faz falta para a Primavera também é uma boa opção: precisas de umas sandálias novas? As tuas havaianas estão estragadas? Dar uma vista de olhos no que faz falta é meio caminho andado para fazer as compras certas nos saldos.
Acessórios são sempre um bom investimento, nas estações quentes usamos roupas mais leves, o que também pressupõe que se usem mais acessórios. Assim sendo, é sempre boa opção aproveitar os saldos se estiverem a precisar de acessórios novos!
Vestidos de festa, vindo o tempo mais quente as festas multiplicam-se entre casamentos, baptizados, festas de finalistas, bailes de gala, enfim! O ideal é procurar por vestidinhos na altura dos saldos, encontram-se modelos giríssimos muito mais acessíveis.
Aqui ficam as minhas sugestões de peças que são sempre boas aquisições. Quais são as vossas?

Guia Poupança 2014 #1: Essie VS Kiko

O post de hoje é na onda da poupança. Sei que os tempos estão difíceis e poupar é essencial. Como muitas de vocês sabem, os vernizes da Essie são dos meus favoritos, mas também custam quase 10€ cada um. Apesar de muitas vezes os comprar na altura de saldos, sei que podem ainda assim não ser muito baratos. Por isso, fui procurar na minha colecção de vernizes da Kiko por alguns dupes das minhas cores da Essie favoritas. Não fui comprar nenhum verniz propositadamente, pelo que na loja pode haver algumas cores ainda mais parecidas do que aquelas que encontrei na minha colecção. Não encontrei, no entanto, dupe para um dos meus favoritos: Essie Boom Boom Room, pelo que vou continuar à procura e, caso encontre, partilho de futuro.
Principais semelhanças e diferenças:
- Os da Essie duram mais tempo sem lascar, os vernizes da Kiko aguentam cerca de 3 dias sem lascar, enquanto os da Essie me duram o dobro. No entanto, isto pode ser um factor pessoal;
- A fórmula e aplicação é semelhante para ambas as marcas;
- Os vernizes da Essie têm 13,5/15mL e os da Kiko 11 mL;
- Habitualmente os vernizes da Kiko custam 3,90€, mas costumo comprar quando estão na promoção de 1,50€, de outra forma penso que não compensam! Os vernizes da Essie custam 8,99€ aqui. Alguns vernizes da Essie são de edição limitada.
Kiko Vermillion Red (239) vs Essie Aperitif
Provavelmente os mais parecidos de todos os que vou mostrar, embora o da Essie tenha um bocadinho mais de laranja do que o da Kiko, sendo um pouco mais vibrante. O da Essie é opaco numa camada, enquanto o da Kiko necessita de duas camadas.
Kiko Mint Milk (389) vs Essie Mint Candy Apple
Os próximos a comparação são na onda do mentol. O verniz da Kiko é claramente mais esverdeado do que o Mint Candy Apple, no entanto são ambos na mesma onda do mentol e acho que ambas as cores são muito bonitas.
Kiko Light Blue (340) vs Essie In The Cab-ana
Os dois próximos são na onda do azul vivo, que é fantástico para o Verão, pois só lembra o azul de uma piscina. O da Essie é mais azulão, mais vibrante, embora um pouco mais escuro, mas novamente ambos são dentro do mesmo tom e são giríssimos.
Kiko Light Peach (359) vs Essie Tart Deco
Os vernizes de tom pêssego são dos meus favoritos quando os raios de sol começam a espreitar. Principalmente quando estamos bronzeadas, fazem-nos parecer ainda mais bronzeadas! O verniz da Kiko é um pouco mais clarinho, mas depois de aplicados nas unhas ficam muito semelhantes.
Kiko Strawberry Pink (360) vs Essie California Coral
Love me some coral! Sou fanática por coral e confesso que é das cores de verniz que utilizo mais ao longo de todo o ano. Na foto está realçado mais o lado laranja do coral do que o rosa, mas na vida real eles parecem mais rosa. O da Essie tem, sem dúvida, um toque mais forte de laranja do que o da Kiko, mas são ambos corais bonitos.
Kiko China Blue (265) vs Essie Mesmerize
Um azul forte também não pode faltar na minha colecção, é vibrante mas elegante ao mesmo tempo. Como conseguem ver claramente pela foto, o verniz da Essie é mais claro que o da Kiko, mas são ambos dentro do azul marinheiro. Se quiserem obter um tom mais semelhante ao da Essie, podem aplicar uma camada do Kiko China Blue e depois uma camada do Kiko Electric Blue (336) - que adoro!
E pronto meninas, estes foram os dupes que encontrei na minha colecção, obvimente à medida que for encontrando mais vou partilhando convosco e prometo ir fazendo alguns reviews dos vernizes Kiko que tenho. Quais são os vossos favoritos?

A minha maquilhagem diária - parte 2

Olá bonecas! Hoje trago-vos o prometido vídeo da minha maquilhagem básica diária, óptima para as aulas ou para trabalhar, muito rápida e simples de fazer!
Podem ver o post onde falei de cada produto individualmente aqui:
http://modaebeleza.com.pt/650835.html

Música: Viva la vida, by Coldplay

Obrigada por assistirem :) A versão económica será publicada em breve!

Guia 2014 #1: Como comprar online?

Este ano estou a preparar um conjunto de posts com dicas para 2014, entre os quais consta este post, um post com dicas para alcançarem os vossos objectivos pessoais, um post com dicas para poupar, enfim, serão basicamente 2 meses recheados de dicas, visto que encontrarão um novo post todas as semanas, até que os temas se esgotem. De momento já pensei em 8 temas, pelo que dois meses de posts estão garantidos.
O tema desta semana é como comprar online, visto que é uma prática cada vez mais comum e permite-nos obter imensos produtos que não temos facilmente à disposição, mas é uma prática que continua a suscitar muitas dúvidas. Assim, hoje tentarei responder a essas dúvidas.
Em que lojas comprar online?
O maior problema da maioria das pessoas em comprarem online é terem medo de serem enganadas. A maioria das lojas online que pertencem a lojas físicas, como Zara, Fnac, Bershka, Oysho, Pull and Bear, Lush, etc, são obviamente de confiar, uma vez que pertencem a grandes empresas, sem qualquer interesse em enganar os seus clientes. Outras lojas, como Asos, Forever 21, Feelunique, Beautybay ou Amazon, por exemplo, são menos conhecidas por parte dos clientes portugueses, mas são também de confiança. Assim, a melhor forma de sabermos se uma determinada loja é de confiança é procurar opiniões online. Sempre que faço compras online, gosto de referir por aqui como correu, porque sei que isso ajuda leitoras que estejam interessadas em encomendar dessas lojas. Se virem boas críticas sobre uma loja, estão seguras. No caso de verem muitas críticas negativas ou não encontrarem ninguém a falar sobre essas lojas, o melhor é não arriscar. No caso das lojas de Facebook, é uma questão de tentarem saber quem gere a página, se a pessoa não tiver problema em mostrar-se, dizer quem é, provavelmente nao terão qualquer problema, como no caso da Hippie Lover ou da minha lojinha, mas se a pessoa se esconder muito não é bom sinal.
Já no caso das vendas em sites como o OLX, Coisas, Ebay, etc, é preciso um cuidado extremo. Estes sites não identificam os vendedores e não se responsabilizam por compras que corram mal, pelo que há imensas pessoas a vender falsificações ou a tentar enganar os clientes, pelo que aconselho cuidados redobrados ao comprar nestes locais.
Como saber se vou pagar taxas alfandegárias?
As encomendas feitas em lojas dentro da União Europeia não pagam qualquer taxa alfandegária, pelo que é sempre melhor fazer compras em lojas com sede na Europa. As compras em lojas situadas fora da UE podem estar sujeitas a taxas se forem de valor superior a 22€, também já não existe o estatuto de "encomenda presente", o que faz com que mesmo as encomendas que sejam enviadas como presentes podem ter de pagar taxas. No caso de isto acontecer, recebem uma carta da alfândega onde vos pedem para enviar, por carta ou e-mail, o recibo da compra e os vossos dados, e depois recebem a encomenda em casa com o valor a pagar, habitualmente correspondente ao valor do IVA. Há produtos que têm mais tendência a ficar retidos do que outros quando as encomendas estão a ser revistas. Sapatos, carteiras, etc, têm mais probabilidade de ficar retidos, já que habitualmente têm um valor maior, os trabalhadores da alfândega sabem que, à partida, a encomenda será mais de 22€. No caso de camisolas e peças no geral mais leves e fofas, é menos comum ficarem retidas, já que uma camisola pode não custar 22€. Não sei se estão a perceber a lógica...
Como pagar a minha encomenda?
As lojas Portuguesas, como a La Redoute, a Skin, a Spartoo, a Fnac, entre outras, permitem o pagamento por transferência bancária ou pagamento de serviços. Algumas lojas mais pequenas também oferecem pagamento por vale postal ou à cobrança. No entanto, as lojas estrangeiras não permitem este tipo de pagamento, uma vez que não estão situadas em Portugal, logo os pagamentos são encaminhados para o estrangeiro. Assim, nestas lojas podem habitualmente pagar com paypal, cartão de crédito ou MBnet. Deixo-vos um pequeno guia dos métodos de pagamento:
-> Transferência bancária: é-vos dado o NIB e o valor a pagar, pelo que devem ir ao multibanco ou homebanking fazer a transferência bancária.
-> Pagamento de serviços/compras: é-vos dada uma referência, uma entidade e o valor a pagar. Devem preencher o formulário no multibanco ou homebanking com essas informações para fazerem o pagamento.
-> Vale postal: o dono da loja para onde devem fazer o pagamento dá-vos um nome e uma morada para onde devem enviar um cheque dos CTT no valor da encomenda, que depois irá levantar aos correios. O vale postal terá de ser enviado nos correios e tem um custo associado, que ronda 1,50€.
-> À cobrança: só pagam quando recebem a encomenda. Este método de envio é muito raro, já que o proprietário da loja corre o risco de o cliente não levantar a encomenda e ficar, por isso, prejudicado com o valor gasto no envio e devolução.
-> Paypal: é o método mais seguro de fazer o pagamento em lojas internacionais. Está associado à vossa conta bancária ou cartão de crédito e, quando fazem compras online, o valor da compra é descontado. Podem ver como usar o paypal aqui.
-> Cartão de crédito: é diferente do cartão multibanco, já que deve ser adquirido no banco com um determinado plafond limite. Fazem as compras até esse plafond e vão pagando mensalmente. Não é seguro dar os dados do cartão de crédito na internet, pelo que é melhor usar o paypal.
-> MBnet: permite-vos "simular" um cartão de crédito, de forma a que o vosso pagamento seja descontado da vossa conta sem que os dados sejam revelados. Podem ler mais sobre este método aqui.
Quanto tempo vai demorar a minha encomenda?
Quando realizarem a vossa encomenda, é-vos dada uma previsão da data de entrega da encomenda, sendo que algumas lojas têm a opção de um envio mais rápido consoante o pagamento de mais um pouco. As lojas estrangeiras ou lojas que estão passíveis de encomenda a terceiros podem demorar mais a entregar as encomendas, por razões óbvias, as lojas em Portugal não costumam demorar mais de uma semana a entregar as encomendas. Verifiquem que dão a morada correcta na altura de encomendar, se a encomenda não for entregue por culpa de a morada estar incorrecta, a responsabilidade é vossa. Se passado o tempo de entrega previsto não receberem a encomenda, o ideal é contactarem a loja, de forma a saberem mais informações sobre a demora da encomenda, por vezes ocorrem imprevistos.
Como faço a minha encomenda?
Se viram o meu post sobre como comprar na Feelunique - aqui - já sabem como comprar online, já que todas as lojas funcionam de forma muito semelhante. Devem registar-se, para terem acesso ao site e poderem colocar os vossos dados, depois "passeiam" pela loja, vendo os produtos que gostam e adicionam ao carrinho. Quando terminarem a vossa visita, carregam no símbolo do carrinho e estão no checkout, onde podem confirmar todas as peças que adicionaram, confirmar os tamanhos se for o caso, e prosseguir para o envio e método de pagamento. A partir deste ponto é só seguirem o passo-a-passo que vos é dado. Irão depois receber uma confirmação da vossa encomenda e do pagamento, guardem essas informações até receberem a encomenda.
Como sei qual o preço dos portes de envio?
Habitualmente quando adicionam os produtos ao carrinho podem ver o valor dos portes de envio que foi adicionado ao carrinho. Muitas das lojas também têm informação na página frontal do valor dos portes e a partir de que valor os portes de envio são gratuitos. No caso de não conseguirem encontrar essa informação na primeira página, procurem o link para o "Customer Service", "FAQ", "Info" ou "Shipping Info", habitualmente no fundo da página do site em letras pequeninas, onde encontrarão todas estas informações.
Espero ter ajudado a tirar as vossas dúvidas sobre compras online. Pessoalmente sou fã deste tipo de compras, já que não temos todas as lojas disponíveis na zona onde vivo, e tenho tido sempre boas experiências com estes cuidados.

Vestidos em tempo de saldos

Olá bonecas! Infelizmente a minha voz continua instável e hoje, apesar de ter tentado, não consegui filmar o vídeo planeado. Vou ter de dar mais um ou dois dias de recuperação à voz, pelo que o próximo vídeo deve estar online na Terça-feira, peço desculpa e espero que compreendam! Hoje trago-vos então um post com sugestões de vestidos em saldos, que são uma verdadeira oportunidade! Quando o tempo começa a melhorar, começam a aparecer os casamentos, baptizados, bailes de finalistas, enfim! Assim, o ideal é começar já a procurar o vestido e poupar uns trocos!
Mango
Os vestidos na Mango estão com 50% de desconto, variando os preços entre 20€ e 50€, e há modelos verdadeiramente lindos. Nada como uma visita à loja para experimentar alguns vestidos e ver se há algum modelo que favoreça a forma corporal e esteja de acordo com a ocasião.
Bershka
Na Bershka encontram modelos entre os 13€ e os 20€, que são mais simples, mas são também adequados para festas mais simples, que não precisem de um vestido de gala.
Zara
Na Zara encontram alguns vestidos mais clássicos, entre curtos e longos, na sua maioria em tons pretos. Se não tiverem a certeza da ocasião, mas quiserem um vestido versátil o ideal será um corte clássico de tom neutro.
ASOS
A ASOS é das melhores lojas para comprar vestidos a bons preços! Nesta altura há mais de 6000 modelos em saldos, com preços que começam em 6€. Há tamanhos do 32 ao 52 e ainda modelos pré-mamã, pelo que há opções para todas. Visto que a venda é online, aconselho a consultarem o guia de tamanhos, de forma a certificarem-se de que compram o tamanho correcto. De qualquer forma, se houver problema podem sempre trocar ou devolver.
Aqui vos deixei algumas sugestões, aconselho a visitarem diversas lojas, possivelmente vão encontrar um modelo que vos agrade :)

A Blogger

Cláudia, estudante de dia e blogger de noite! Bem-vinda(o) ao meu cantinho!

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pinterest

YouTube

Instagram

@claudiagusmao

Facebook

Lojas