Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Moda e Beleza

by Cláudia Gusmão since 2006

Moda e Beleza

by Cláudia Gusmão since 2006

Review: Very Me Smoothie Foundation da Oriflame

Olá meninas :) Esta semana os reviews estão em alta! Fevereiro está a ser um excelente mês para experimentar produtos novos :) A Lúcia, super simpática, ofereceu-me alguns produtos da Oriflame para eu experimentar, dos quais vou fazer review um por um. O primeiro produto é a base da linha Very Me. Esta base chama-se "Smoothie Foundation" e eu achei bastante piada ao facto de o nome condizer tão bem com o produto. A base tem uma consistência cremosa, ideal para peles secas/normais, que proporciona uma cobertura média sem carregar demasiado o rosto. É muito fácil de espalhar e deixa uma sensação conforável na pele, muito hidratante e com um aroma bastante agradável. Não digo que aguente um dia frenético, mas fixada com um pouqinho de pó aguenta muito bem durante o dia nos tipos de pele referidos. Meninas com peles oleosas que queiram usar esta base, eu recomendo usarem um primer anti-shine, para evitar que fique demasiado brilhante (bases com esta textura costumam ter esse pequenino problema), mas como já disse é muito confortável. É muito boa, por exemplo, para quem precise de um pouco de cobertura mas não gosta daquela sensação de ter base, pois é quase como se fosse um hidratante. Outro ponto a favor, a meu ver, para além do preço (cerca de 7€) é a embalagem: é bastante fácil de transportar, resistente e tem um doseador bastante prático, como podem ver na imagem. Eu tentei fazer uns swatches, mas não sei se as cores estão grande coisa. Na imagem 1 conseguem ver uma pequena quantidade de base, que depois de espalhada se torna quase imperceptível (figura 2). Obrigada Lúcia por este miminho :) Se quiserem adquirir esta base ou qualquer outro produto da Oriflame, falem com ela, e aproveitem as promoções do catálogo em vigor! Se quiserem podem ainda ver o blog dela, aqui.

Eu queria...

Eu queria ter 8 belos meses como os que teve a bela Rita Pereira (passo a redundância) para tratar do corpinho. Para quem não sabe, nos 8 meses que separaram o fim da "Doce Fugitiva" e o início das gravações de "Feitiço de Amor", a Ritinha teve direito a férias (bem merecidas, depois de um ano a fazer de freira) para tratar do corpinho, se pôr em forma, e arrasar na nova novela. Digo-vos meninas que bem me sabiam uns mesinhos assim agora, para me dedicar a tratar de mim e do blog :) E já não pedia oito, ahahah :) Mas pronto, como não é possível, aqui temos de continuar com a vida frenética entre Universidade, Escola de Condução, Desporto, Blog, Namorado, Família, Amigos e outras tantas coisas que aparecem pelo meio :) Isto era só um desabafo :D ahah

Review: MAC Studio Fix Fluid

Hoje estou aqui para fazer mais um review, desta vez da base Studio Fix Fluid, de que muita gente fala. É uma base que sempre tive curiosidade em experimentar, mas como já referi uma vez, acho-a um pouco cara (tal como outras bases das quais já aqui falei) mas a minha mãe ofereceu-ma este Natal (obrigada mamã se estiveres a ler isto) e por isso tenho estado a experimentá-la :) À primeira vista a embalagem é bastante ergonómica e fácil de transportar, o facto de ser em vidro torna-a um pouco mais pesada. Ainda assim, tenho um defeito a apontar a esta embalagem: o facto de o dispensador (o vulgar "pump") ter de ser comprado em separado. A minha não tem pump e como podem ver, uma vez que o produto tem de ser agitado antes de usar, torna-se tudo um pouco "meloso":

Mas nada com o qual não se consiga viver! Agora passando ao review da própria base, ela é uma base de cobertura média-alta, que é indicada para peles mistas/oleosas. Para quem tem a pele seca, não recomendo esta base, pois ela contém pó na sua fórmula, o que irá secar ainda mais a pele. Também devido ao pó, ela tem tendência a oxidar, por isso é melhor escolher um tom abaixo e evitar que ela oxide e se torne alaranjada (no meu caso estou a usar NC20, a minha cor vulgar é NW25, mas NC20, neste caso, é ideal para mim). A base tem uma cobertura mais para o médio do que para o alto na minha opinião (ou talvez seja por estar habituada à Dermablend da Vichy, que tem mais poder de cobertura), mas com a ajuda de um corrector ou com um reforço na camada consegue-se uma cobertura alta. Noto bastante diferença em usar com e sem primer: usando o Sephora Anti-Shine primer a base agarra melhor à pele, dando automaticamente mais cobertura e durando o dia todo. Já sem a utilização do primer, por ter uma textura fluida, tende a ser mais absorvida pele pele, dando menos cobertura e desaparecendo mais rapidamente (mas se formos ver bem, essa é a função do primer). Não tem uma textura muito pesada e matifica mais a pele do que a Dermablend (para mim é inevitável compará-las, visto que são concorrentes ao mesmo "posto"), a Dermablend tem uma textura mais cremosa, o que lhe proporciona mais poder de cobertura, mas também se torna um pouco mais difícil de matificar. Para concluir, o que tenho de negativo a apontar na fórmula é o cheiro: tem um cheiro bastante intenso a tinta quanso se aplica, que desaparece alguns minutos depois da aplicação, mas que pode ser incomodativo para algumas pessoas. Ainda que seja da gama dos "Fix", eu aconselho sempre a fixar com a ajuda de um pó solto ou compacto.

 

Um ponto muito positivo a favor desta base é o facto de conter SPF 15, que ajuda a proteger a pele das radiações solares. Por vezes o facto de uma base conter SPF faz com que na altura de tirar fotos, devido ao flash, as pessoas fiquem mais pálidas, mas eu não notei isso com esta.

A Blogger

Cláudia, biomédica de dia e blogger de noite! Bem-vinda(o) ao meu cantinho!

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pinterest

YouTube

Instagram

@claudiagusmao

Facebook

Lojas